NOTÍCIAS

Ampliação da ETE Pinheirinho em Vinhedo/SP vai quase dobrar a capacidade de tratamento de esgoto

O prefeito de Vinhedo, Dario Pacheco, esteve na semana passada, nas obras da segunda fase de ampliação e modernização da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Pinheirinho

 

tratamento-esgoto

Imagem Ilustrativa

 

O novo sistema vai quase dobrar a capacidade de tratamento de efluentes da estação, aumentando a vazão de 140 para 220 litros por segundo. A unidade Pinheirinho, construída há 20 anos, é responsável pelo tratamento de 75 % do esgoto do município. A primeira etapa da ampliação foi executada no ano passado.

“Estamos investindo como nunca em saneamento básico em Vinhedo, com obras de fundamental importância para consolidar o desenvolvimento da nossa cidade. As obras não só buscam a segurança hídrica para nossos moradores, como já servem de alicerce para a Vinhedo do futuro, mais humana e mais sustentável”, disse Dario.

Nesta segunda fase, a ETE Pinheirinho está recebendo a implantação dos novos sistemas de armazenamento e dosagem da solução de hidróxido de sódio e de cloreto férrico e o novo sistema de tratamento preliminar, composto por peneiras finas e caixas de areia.  Também faz parte dessa etapa a instalação de mais quatro novos sopradores para alimentação dos tanques de aeração e a reforma dos três reatores, obra em andamento que pôde ser acompanhada de perto pelas autoridades durante a visita.

“A readequação do sistema ETE Pinheirinho vai permitir que a população seja atendida com eficiência pelos próximos 10 anos”, ressaltou o superintendente Jaderson Spina. A obra no valor de R$ 6 milhões está sendo executada a partir do repasse do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro) e com verbas próprias da Sanebavi. A conclusão está prevista para o final deste ano.

Nova rede coletora

Outra obra importante que a autarquia está realizando e que foi acompanhada pela comitiva é a implantação uma nova rede coletora, com aproximadamente 300 metros, do esgoto da região do Vista Alegre até a ETE Pinheirinho.  A tubulação está sendo instalada próximo à rede antiga, que será desativada, e vai ter o dobro do tamanho,  passará de 300 mm para 600mm de diâmetro, adequando o sistema para a carga de efluentes daquela região, que atende cerca de 10 bairros, mais de 14 mil pessoas.


LEIA TAMBÉM: CONDOMÍNIO SUSTENTÁVEL USA EFICIENTE TECNOLOGIA DE ESGOTO PARA VIABILIZAR REUSO DE ÁGUA


“A rede antiga, além de insuficiente para o escoamento, estava obstruída, dando refluxo no esgoto, que acabava extravasando, caindo no córrego e indo para os municípios vizinhos. Esse problema vem de anos, nós descobrimos há pouco tempo e já  estamos resolvendo em definitivo com a implantação desse emissário, que atenderá  satisfatoriamente toda aquela região e, principalmente, promoverá qualidade ambiental”, afirmou Spina.

A obra emergencial, no valor de aproximadamente R$ 500 mil reais, está sendo custeada pela autarquia.

Reativação dos poços no município

A recuperação do poço artesiano no perímetro da ETE Pinheirinho, desativado há mais de dois anos, foi outra obra inspecionada pelo dr. Dario e sua comitiva. A intervenção vai permitir que o poço volte a operar, possibilitando a extração de 11m³/ hora, o que corresponde a 220 mil litros por dia.  A intenção é melhorar a oferta de água para população de vários bairros e utilizar parte do recurso na operacionalização da Estação Pinheirinho.

“Vamos estender a manutenção a outros poços que estão desativados, recuperando e trabalhando para que voltem a produzir água para o município. Essa é mais uma medida que a Sanebavi está realizando para o enfrentamento do período de estiagem”, explicou Spina.

Fonte: Jornal de Vinhedo.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E MACHINE LEARNING À SERVIÇO DO TRATAMENTO DE ÁGUA E EFLUENTES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: SISTEMA CANTAREIRA PODE TERMINAR ANO COM 30% DE SUA CAPACIDADE; GRANDE SP CORRE RISCO DE CRISE DE ABASTECIMENTO, DIZ ESPECIALISTA