NOTÍCIAS

Campinas vai ganhar terceira Estação Produtora de Água de Reuso (EPAR)

Sanasa Reúso – ETE Anhumas será modernizada pela Sanasa para elevar o nível de tratamento para terciário, com uso de membranas ultra filtrantes.

Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Anhumas, em Campinas (SP), passará em breve por uma atualização da tecnologia utilizada, passando a tratar os efluentes produzidos em nível terciário com membranas de ultrafiltração, o que promoverá a planta a uma categoria de Estação Produtora de Água de Reúso (EPAR)

Sanasa Reúso

Imagem Ilustrativa – Logotipo empresa Sanasa

Inaugurada em 2007, a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Anhumas, em Campinas (SP), trata atualmente uma vazão média de 630l/s, em nível secundário, e passará em breve por uma atualização da tecnologia utilizada, passando a tratar os efluentes produzidos em nível terciário com membranas de ultrafiltração, o que promoverá a planta a uma categoria de Estação Produtora de Água de Reúso (EPAR), no mesmo conceito da EPAR Capivari II e EPAR Boa Vista da SANASA – Campinas.

A ETE Anhumas, hoje, utiliza o tratamento anaeróbico e será substituído pelo aeróbio (lodos ativados ou MBR) visando, além de melhoria da remoção de matéria orgânica e sólidos em suspensão, também a remoção de nutrientes (nitrogênio e fósforo). A capacidade de tratamento, também, será ampliada para atender as vazões previstas para o ano de 2035, que serão de até 1.115 l/s.

A modernização da ETE foi necessária devido a crescente urbanização ao seu entorno que impactou a vizinhança, além da estação influenciar diretamente na qualidade do Ribeirão Anhumas, afluente do Rio Atibaia, manancial que abastece o polo petroquímico de Paulínia e importantes cidades a jusante, como Sumaré e Americana.

A obra é um passo importante para Campinas, mas com impactos regionais. “Impulsionada pelo Ministério Público, pela CETESB e pela comunidade, a Sanasa irá investir no retrofit da ETE Anhumas para elevar o tratamento de esgotos de nível secundário para o terciário, transformando-a na EPAR Anhumas, que beneficiará a população de Campinas e das cidades do entorno, também”, comenta o presidente da Sanasa, Manuelito Pereira Magalhães Júnior, que também é o vice-presidente do Consórcio PCJ para o Programa de Sistemas de Monitoramento das Águas.

Fonte: ABRHidro – Associação Brasileira de Recursos Hídricos


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: MULTINACIONAL SUECA SCANIA INAUGURA FÁBRICA DE MOTORES, CENTRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO, CAMINHÃO DE VERSÃO COMEMORATIVA DE 65 ANOS NO BRASIL E PLANEJA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE EFLUENTES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: VISITA À FEIRA ANALÍTICA LATIN AMERICA 2022