NOTÍCIAS

Mato Grosso do Sul se prepara para ser o primeiro estado brasileiro com universalização da rede de esgoto

Parceria Público-Privada (PPP) prevê quase RS 4 bilhões na expansão, operação e manutenção do sistema de esgotamento de 68 municípios

ete

A Empresa de Saneamento do Estado de Mato Grosso do Sul (Sanesul) começa a pavimentar o caminho para tornar o estado o primeiro do país a cobrir quase 100% do território com rede de esgoto.

Recentemente, a empresa apresentou ao mercado a sua proposta de Parceria Público-Privada (PPP) que prevê investimentos de cerca de RS 3,8 bilhões na expansão, operação e manutenção do sistema de esgotamento sanitário dos 68 municípios onde opera no estado. A expectativa é de que, em até dez anos, todas as cidades atendidas pela companhia sejam integralmente beneficiadas com coleta e tratamento do esgoto.

A meta é atingir o máximo de cobertura, ou seja, a universalização do serviço. O estado de Mato Grosso do Sul pode ser o primeiro do país a atingir esse objetivo. O fornecimento de água tratada já é universal no estado.


LEIA TAMBÉM: Parceria da Funasa com Sanesul conclui ETE no MS


Universalização dos Serviços

A meta com a PPP proposta pela Sanesul é atingir 98% de cobertura, por meio da realização de obras e serviços de implantação, recuperação, manutenção e operação da infraestrutura de esgoto. A previsão é de que sejam implantados em torno de 2.275 quilômetros de novas redes de coleta e 54 Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs), com 84 quilômetros de interceptores e emissários. Estima-se que serão disponibilizadas aproximadamente 307 mil novas ligações de esgoto, além de conservados e mantidos os sistemas já existentes.

O diretor-presidente da Sanesul, Walter B. Carneiro Junior, responsável pelas inovações operacionais e estratégicas, destaca a sustentabilidade como ponto forte da companhia. “Vivemos um cenário bastante positivo na Sanesul, com muitos investimentos assegurados para obras de ampliação da rede de água e de esgoto nos municípios atendidos, com uma operação eficiente e total cobertura no fornecimento de água tratada. Com a chegada da PPP, o nosso objetivo é antecipar investimentos para garantir a universalização, melhorando a qualidade de vida dos sul-mato-grossenses. Estamos caminhando de forma estruturada para consolidar o projeto comandado pelo Governo de Mato Grosso do Sul, que será o primeiro estado do país a garantir ao cidadão a universalização do saneamento”, destacou.

As maiores empresas do segmento de construção e operação de esgotamento sanitário do país já manifestaram interesse na proposta apresentada. A Parceria Público-Privada (PPP) será consolidada por meio de um leilão virtual que acontecerá na Bolsa de Valores B3, em São Paulo.

Fonte: Perfil News.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: Água de Itajaí/SC volta a atingir padrões de potabilidade