NOTÍCIAS

Mato Grosso do Sul se prepara para ser o primeiro estado brasileiro com universalização da rede de esgoto

Parceria Público-Privada (PPP) prevê quase RS 4 bilhões na expansão, operação e manutenção do sistema de esgotamento de 68 municípios

ete

A Empresa de Saneamento do Estado de Mato Grosso do Sul (Sanesul) começa a pavimentar o caminho para tornar o estado o primeiro do país a cobrir quase 100% do território com rede de esgoto.

Recentemente, a empresa apresentou ao mercado a sua proposta de Parceria Público-Privada (PPP) que prevê investimentos de cerca de RS 3,8 bilhões na expansão, operação e manutenção do sistema de esgotamento sanitário dos 68 municípios onde opera no estado. A expectativa é de que, em até dez anos, todas as cidades atendidas pela companhia sejam integralmente beneficiadas com coleta e tratamento do esgoto.

A meta é atingir o máximo de cobertura, ou seja, a universalização do serviço. O estado de Mato Grosso do Sul pode ser o primeiro do país a atingir esse objetivo. O fornecimento de água tratada já é universal no estado.


LEIA TAMBÉM: Parceria da Funasa com Sanesul conclui ETE no MS


Universalização dos Serviços

A meta com a PPP proposta pela Sanesul é atingir 98% de cobertura, por meio da realização de obras e serviços de implantação, recuperação, manutenção e operação da infraestrutura de esgoto. A previsão é de que sejam implantados em torno de 2.275 quilômetros de novas redes de coleta e 54 Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs), com 84 quilômetros de interceptores e emissários. Estima-se que serão disponibilizadas aproximadamente 307 mil novas ligações de esgoto, além de conservados e mantidos os sistemas já existentes.

O diretor-presidente da Sanesul, Walter B. Carneiro Junior, responsável pelas inovações operacionais e estratégicas, destaca a sustentabilidade como ponto forte da companhia. “Vivemos um cenário bastante positivo na Sanesul, com muitos investimentos assegurados para obras de ampliação da rede de água e de esgoto nos municípios atendidos, com uma operação eficiente e total cobertura no fornecimento de água tratada. Com a chegada da PPP, o nosso objetivo é antecipar investimentos para garantir a universalização, melhorando a qualidade de vida dos sul-mato-grossenses. Estamos caminhando de forma estruturada para consolidar o projeto comandado pelo Governo de Mato Grosso do Sul, que será o primeiro estado do país a garantir ao cidadão a universalização do saneamento”, destacou.

As maiores empresas do segmento de construção e operação de esgotamento sanitário do país já manifestaram interesse na proposta apresentada. A Parceria Público-Privada (PPP) será consolidada por meio de um leilão virtual que acontecerá na Bolsa de Valores B3, em São Paulo.

Fonte: Perfil News.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: Água de Itajaí/SC volta a atingir padrões de potabilidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
ALADYR pede ação imediata sobre mudança climática após desastre no Rio Grande do Sul

ALADYR pede ação imediata sobre mudança climática após desastre no Rio Grande do Sul

Diante do impacto das chuvas no Rio Grande do Sul, que afetaram centenas de milhares, a ALADYR pede aos governos e entidades privadas que acelerem a implementação de políticas de adaptação e mitigação do climática. A organização destaca a importância de atualizar a legislação, promover o reúso de água e adotar inovações como o modelo de “cidade esponja” para enfrentar efetivamente esses desafios iminentes

Continuar lendo »