NOTÍCIAS

Refinaria Abreu e Lima da Petrobras inicia parada de manutenção por 45 dias, em Pernambuco

petrobras

A Petrobras divulgou que a refinaria iniciou sua primeira parada programada para manutenção, desde que a unidade começou a operar em 2014

 

refinaria

Imagem Ilustrativa

 

De acordo com um comunicado divulgado dia 15/07, a Petrobras divulgou que Refinaria Abreu e Lima (RNEST) inicia sua primeira parada programada para manutenção, desde que a unidade começou a operar em 2014. Segundo a estatal, aproximadamente 3 mil pessoas atuarão nas diversas unidades e áreas da refinaria.

Detalhes sobre a parada de manutenção na refinaria da Petrobras

A Petrobras diz que a parada de manutenção está prevista para o atendimento de normas regulamentadoras, essencial para a segurança operacional da refinaria, e envolverá a manutenção de praticamente todos os equipamentos da refinaria, tais como compressores, motores, vasos, permutadores de calor, válvulas, reatores e outros, que totalizam cerca de 3 mil equipamentos em todas unidades do trem 1 da RNEST.

A duração prevista é de cerca de 45 dias, onde o planejamento foi iniciado há dois anos, segundo a Petrobras. Para executar a parada de manutenção, foram contratadas várias empresas, que estimam empregar aproximadamente 3 mil pessoas, que atuarão nas diversas unidades e áreas da refinaria, divididas em turnos e seguindo todos os protocolos de segurança e de prevenção à covid-19.


LEIA TAMBÉM: PETROBRÁS LANÇA LICITAÇÃO PARA CONSTRUÇÃO DE UNIDADE DE HIDROTRATAMENTO DA REPLAN


Trabalho durante a pandemia da Covid-19

Segundo o comunicado divulgado pela Petrobras, a empresa tem foco na segurança das operações com indicadores de desempenho de SMS no primeiro quartil da indústria. A parada para manutenção na refinaria têm o objetivo manter a segurança e confiabilidade operacional da refinaria, reestabelecer as capacidades operacionais, além de promover melhorias nas suas instalações.

A Petrobras ainda divulgou que promove a busca pela excelência em saúde e segurança e, por isso, as paradas de manutenção na refinaria são realizadas com atendimento aos protocolos do ministério da saúde e os diversos protocolos internos de Petrobras, dentre eles a utilização de máscaras de proteção, adequação dos ambientes e meios de transporte para facilitar o distanciamento social, reforço das ações de limpeza e higienização de ambientes e equipamentos, fornecimento abundante de álcool em gel para limpeza das mãos e medição de temperatura diariamente em todos os trabalhadores antes da entrada na refinaria, assim como ações de conscientização.

Além disso, são realizados testes rápidos em 100% dos candidatos apresentados pelas contratadas antes de ingressarem na refinaria que são repetidos a cada 14 dias em todo contingente, promovendo o afastamento quando necessário, diz a Petrobras.

Fonte: CPG.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: WEBINAR: ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA E ESGOTO RETROFIT & UPGRADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: RECURSOS HÍDRICOS: FLORIANÓPOLIS REGISTRA 28% DE PERDA DE ÁGUA NO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO