Notícias

Oxamine® da Buckman: A melhor proteção para sistemas de água

Publicado em 06/11/2019 às 11:52:39

“O sistema Oxamine® é uma combinação de química inteligente com equipamento de dosagem e monitoramento que permite manter o biocida estável no sistema de tratamento de água”

oxamine-protecao-sistemas-agua

Tecnologia de dosagem totalmente automatizada

O ‘Fouling’ microbiológico e a contaminação dos sistemas causam corrosão e prejudicam a troca térmica. E ainda pior, os depósitos criam um ambiente perfeito para a ocorrência da corrosão microbiologicamente induzida e o crescimento de bactérias patogênicas. A Buckman projetou um sistema como nenhum outro, para combater estes problemas.

O sistema Oxamine® da Buckman é uma combinação de química inteligente com equipamento de dosagem e monitoramento que permite manter o biocida estável no sistema de tratamento de água. É uma formulação mineral que não produz toxinas orgânicas, o que faz dela a tecnologia mais verde do mercado.

Potente

Oxamine® é uma potente tecnologia que gera um biocida altamente efetivo contra um amplo espectro de microrganismos. É uma excelente opção para sistemas com altos teores de matéria orgânica, onde o consumo de cloro ou bromo são muito altos; mas também é efetivo em sistemas com baixos e médios teores de matéria orgânica, podendo ser utilizado em qualquer programa de tratamento de água. O biocida penetra nos biofilmes matando todos os microrganismos, e não apenas aqueles das camadas superficiais. Com isso é possível manter as superfícies dos trocadores de calor e os enchimentos das torres de resfriamento limpos, além de melhorar o desempenho de todo o fluxo de água, processo e sistemas de reúso de água.

Preserva o meio-ambiente e possui ótimo custo-benefício

Oxamine® tem um custo benefício melhor que qualquer outra opção de biocida oxidante ou não oxidante.

  • Estabilidade superior ao cloro e bromo em uma ampla faixa de pH;
  • Maior efetividade na manutenção do residual;
  • Baixo potencial de oxidação;
  • Decomposição em minerais não tóxicos; e
  • Não formação de subprodutos orgânicos.

4ª Geração do Equipamento

O Equipamento de Oxamine® está em sua 4ª geração. A cada geração, surgiram novidades quanto a conectividade, automação e segurança de processos. Nele, o biocida é produzido apenas no momento de aplicação, a partir da mistura de dois produtos seguros. As linhas, os containers e as formas de transferência foram cuidadosamente projetadas para impedir vazamentos. Além disso, a automação permite que a minimização do contato necessário de operadores com o equipamento.

Controlador CRIUS® da Process Instruments

Os equipamentos mais recentes vêm equipados com o controlador CRIUS® da Process Instruments. Esse controlador possui 4 entradas e 4 saídas (expansível até 16) que recebem informações das variáveis do equipamento (vazão, pH, abertura de válvulas, alarmes, etc.) e podem mandar informações para válvulas de controle dosadoras. Além disso, ele possui conectividade com a internet (via Modbus, Profibus ou 2G/3G/4G modem), o que permite o acesso remoto aos dados.

Estudo de caso

Aplicação bem-sucedida da tecnologia Oxamine® para controle do crescimento e incrustações do mexilhão dourado no sistema de refrigeração e nas bacias de captação de água da Central Puerto (Argentina).

Na Central Puerto, o sistema de refrigeração de uma etapa da usina de ciclo combinado é alimentado diretamente com água do Rio da Prata. Essa corrente é tratada com gás cloro, dosado por meia hora quatro vezes por dia. Apesar desse tratamento, há um desenvolvimento descontrolado de moluscos, o que gera incrustações e obstruções no sistema. O gás cloro é fornecido em vasos de pressão e, para seu manuseio, são necessárias instalações e equipamentos especiais devido aos requisitos de segurança específicos exigidos por este composto. O consumo de gás cloro é de aproximadamente 12 ton/mês (injeção de 4 ppm durante o tempo de operação). Observa-se também uma alta frequência de intervenções para limpeza. Os moluscos se aderem nas seguintes seções:

  • Piscina de entrada e homogeneização;
  • Tubos de interconexão; e
  • Filtros e trocadores de placas.

Solução Proposta

A Buckman ofereceu a tecnologia Oxamine ® para o controle do mexilhão dourado. A tecnologia consiste na geração in situ de monocloramina por meio de um gerador automático de propriedade da companhia. A unidade foi instalada e operada pelo pessoal da Buckman e combinada para executar um teste por três meses. O ponto de dosagem selecionado e utilizado para a evolução do teste foi o localizado antes dos filtros autolimpantes do sistema auxiliar, constituídos por uma única etapa, com vazão de 2.600 m3/h de água de resfriamento. Os seguintes dados foram monitorados rotineiramente:

  • ppm de monocloramina injetada;
  • ppm de monocloramina em diferentes seções do sistema;
  • Diferencial de pressão no sistema;
  • Dias de operação desde a última limpeza.

Periodicidade

A dosagem de Oxamine® se realizou totalizando 2 horas por dia, em intervalos de 10 minutos a cada 2 horas. Antes, quatro vezes por dia. com a cloração por gás cloro, realizava-se por 30 minutos.

buckman-oxamine-protecao-sistemas-agua

Menor frequência de limpezas

  • Redução de intervenções nos equipamentos;
  • Minimização dos riscos relacionados à montagem e desmontagem das placas e vedantes; e
  • A quantidade de água e o horário de trabalho utilizados para a limpeza hidrocinética é reduzida.

buckman-oxamine-protecao-sistemas-agua

Dosagem

A dosagem foi aumentada de forma progressiva, de forma a evitar o desprendimento de forma brusca dos moluscos, até alcançar o planejado (2ppm).

oxamine-buckman-protecao-sistemas-agua

Resultados

oxamine-buckman-protecao-sistemas-agua

Conclusões

Foi possível controlar e eliminar mexilhões que estavam no sistema:

  • Desprendimento de moluscos de diferentes idades; e
  • O tamanho destes é um indicador de que não entraram junto com a água, pois a malha dos filtros auto-limpantes é menor que a dos mexilhões desprendidos.

O tempo de operação dos trocadores de placas foi estendido:

  • 7 a 10 dias – utilizando cloro gás;
  • > 45 dias – utilizando Oxamine®; e
  • A extração de não condensáveis, ​​resultante da melhor operação do sistema de vácuo, permitiu a geração de 12 MW adicionais.

Eliminação de gás cloro dentro das instalações:

  • Zero risco de vazamento de cloro gás;
  • Zero risco de exposição de pessoas à cloro gás;
  • Zero risco ambiental; e
  • Zero custo de manutenção de instalações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *