Notícias

Empresas investem em iniciativas sustentáveis em Três Rios, RJ

Publicado em 17/08/2016 às 17:55:26

Setor industrial é um dos que mais consome água e energia para produção.
Reaproveitamento dos recursos gera economia e lucros aumentam.

Preocupados com a crise hídrica e com o objetivo de melhorar resultados econômicos, empresas de Três Rios, no Sul do Rio de Janeiro, estão investindo em iniciativas sustentáveis.

“O nível do Rio Paraíba a cada ano que passa está menor e a gente precisa usar água de forma mais racional. Nós estamos vendo que a crise hídrica não acabou, o pessoal não se fala mais tanto, mas temos um problema seríssimo com o problema de água em todos os segmentos”, disse Carlos Henrique Sércio, diretor comercial de uma fábrica de telas que utiliza água como matéria-prima em todo processo de produção. Em um mês, eram utilizados 100 mil litros. Depois que a empresa investiu em um sistema de reaproveitamento da água utilizada, esse volume caiu para 20 mil litros.

Empresas sustentáveis de Três Rios (Foto: Reprodução/TV Rio Sul)
Empresas sustentáveis de Três Rios
(Foto: Reprodução/TV Rio Sul)

A empresa também demonstrou preocupação com a economia de energia elétrica. Nos galpões de produção, a iluminação é natural. Quase nunca precisam ligar as lâmpadas já que as telhas translúcidas no telhado deixam o ambiente claro.

“Ela reflete o calor e não deixa passar esse calor para dentro da unidade fábril, a gente num dia nublado não utiliza energia elétrica para acendimento de luzes dentro da fábrica. Nem como na época do verão quando a gente tem em Três Rios em torno de 38, 40 graus, a gente consegue ter na fábrica uma diferença de 8 graus da temperatura externa”, explicou Carlos.

A indústria sempre esteve no topo da pirâmide de consumo de água e energia e os hábitos de empresários estão se tornando mais conscientes em relação ao meio amebiente. Em uma outra fábrica de Três Rios, que desenvolve processos químicos para lavagem e beneficiamento têxtil, foi adotado um processo biosustentável para reduzir o consumo nas máquinas que lavam e fazem o tingimento do jeans.

De 135 litros de água que eram gastos em cada peça, agora o consumo é de 20 litros. A fábrica tem uma estação própria de tratamento de água. Trinta mil litros retornam todos os dias para o Rio Paraíba do Sul sem nenhum resíduo químico.

“Eu atribuo isso a dois apsectos, primeiro a tecnologia de equipamentos que nós passamos a utilizar de um tempo pra cá, de três anos pra cá. Segundo, essa tecnólogia de químicos, quando você junta isso a todo processo, você permite toda essa economia, não só de água, mas de energia, mão de obra”. disse Paulo Jória, diretor comercial.

Fonte: G1 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *