Notícias

CRM vai emprestar geradores elétricos para o sistema de água de Candiota/RS

Publicado em 03/02/2021 às 10:25:45

“A instalação de geradores elétricos estacionários para os casos de falta de energia nos sistemas de abastecimento de água é assunto não consensual entre os técnicos do setor no Brasil e no mundo”

 

gerador

Imagem Ilustrativa

O prefeito Luiz Carlos Folador (MDB) afirmou durante uma transmissão ao vivo no final da tarde do último domingo (31), de que na segunda-feira (1º) iria abrir negociações com a direção da Companhia Riograndense de Mineração (CRM) para ao empréstimo por parte da estatal de dois geradores de energia que a empresa não está utilizando.

Naquele momento da live feita do alto dos tanques da Estação de Tratamento de Água (ETA) do centro da cidade, Folador e o secretário de Obras e Serviços Públicos, Valdenir Dutra, anunciavam a retomada do abastecimento de água após quase 24h de interrupção por conta da falta de energia elétrica iniciada no sábado à noite após um temporal.

Nesta segunda, conforme prometido, o próprio diretor-presidente da CRM, Melvis Barrios Júnior, durante um pronunciamento na Câmara de Vereadores, afirmou que a estatal estará emprestando em forma de comodato os dois geradores ao município. O comunicado ao Executivo já havia sido feito momentos antes numa reunião na Prefeitura.

Conforme explicou Folador na transmissão, um dos equipamentos precisa de conserto e o outro está funcionando. Eles serão instalados, segundo o prefeito, um na tomada de água bruta (barragem do outro lado da rodovia Miguel Arlindo Câmara) e outro junto à ETA. A instalação de geradores no sistema de água foi uma das promessas de campanha do atual governo. “Podem ter certeza que nossa administração vai honrar os compromissos que assumimos e vamos cuidar do tratamento da água”, disse na transmissão.


LEIA TAMBÉM: BIOGÁS É A SOLUÇÃO PARA CRISES DE ABASTECIMENTO ELÉTRICO?


Os detalhes técnicos da operação de conserto e instalação dos dois geradores, bem como as suas capacidades ainda não foram divulgados pela Prefeitura, assim como ainda não se tem um prazo para a execução do serviço.

Geradores

A instalação de geradores elétricos estacionários para os casos de falta de energia nos sistemas de abastecimento de água é assunto não consensual entre os técnicos do setor no Brasil e no mundo.

Em Candiota, os técnicos do governo anterior alegavam não ser viável o equipamento pelo alto custo. O atual governo, como visto, tem pensamento contrário.

A Sanepar – Companhia de Saneamento do Paraná, por exemplo, argumenta poluição e custo elevado, não possuindo esse tipo de equipamento em seu sistema. Contudo, em 2015, a Odebrecht Ambiental, que opera o sistema de água de Uruguaiana (RS), instalou um grupo de geradores para serem acionados nos horários de pico e em caso de interrupções de energia elétrica.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: PESQUISADORES DE MG APONTAM QUE ALGAS PODEM AJUDAR NO TRATAMENTO DE ESGOTO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: MISTURADOR ESTÁTICO INTEGRADO WESTFALL PARA COAGULAÇÃO E FLOCULAÇÃO


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *