Notícias

Informe da Associação Brasileira das Indústrias de Biomassa

Publicado em 30/04/2021 às 07:16:18

biomassa

“Utilizar Pellets ou Biomassa como substituto do Carvão é uma alternativa econômica e sustentável para as empresas”

 

biomassa

Imagem Ilustrativa

 

NEGÓCIOS BRASIL JAPÃO

Recebemos um importante documento da Divisão de Promoção de Energia do Ministério das Relações Exteriores sobre o desenvolvimento de negócios e projetos com a biomassa com o Japão.  Resumidamente: O Presidente da Enex Hitoshi Honna, uma das maiores empresas de energia do Japão tem o interesse na importação de biomassa brasileira, especialmente pellets de bagaço de cana-de-açúcar, madeira e resíduos agroindustriais. A Enex é a maior empresa de produção de energia a partir de biomassa no Japão e conta, atualmente, com quatro usinas em operação, além de ter planos de inaugurar novas unidades no país e no exterior. Para assegurar sua capacidade de abastecer todas essas plantas, a empresa busca fornecedores confiáveis, que ofereçam o produto a custo competitivo e garantam sua disponibilidade.  Na visão do presidente da Enex, o Brasil, por contar com um setor agrícola que opera em escala global, tem o potencial de oferecer biomassa em grandes quantidades, o que constituiria um atrativo das empresas brasileiras A importação de pellets seria de especial interesse, devido às características ambientais e ao potencial de disponibilidade desse insumo. O presidente da empresa também expressou interesse em explorar possíveis parcerias com produtores brasileiros de outros tipos de biomassa.

NEGÓCIOS BRASIL EUROPA

Estamos firmando uma importante parceria comercial e de desenvolvimento de negócios com um dos maiores produtores e distribuidores de pellets e biomassa e madeira da Áustria com escritório na Itália e Alemanha com apoio informativo do Consulado da Áustria. O grupo comercializa mais de 400.000 toneladas de pellets no mercado europeu e tem grande interesse em firmar negócios com os produtores brasileiros. Temos uma carta de intenções oficial do grupo para o desenvolvimento de negócios no Brasil.

INFORME TÉCNICO DA BIOMASSA E PELLETS

Biomassa na Economia Zero Líquida. O CO2 Net-Zero é bom, net-NEGATIVO é definitivamente melhor: como o uso de combustível derivado da biomassa que é sustentável produz resultados carbono-negativos. Utilizar Pellets ou Biomassa como substituto do Carvão é uma alternativa econômica e sustentável para as empresas. Desenvolvemos um estudo técnico para uma grande indústria no Brasil para a substituição da caldeira industrial que utilizava como combustível não renovável o carvão por novas estações geradoras de ciclo combinados de gás natural, e após uma avaliação industrial e de viabilidade optou no uso de pellets de madeira um combustível ecológico, econômico e renovável. O estudo ainda permitiu para a empresa uma avaliação da captura e sequestro de carbono  (emissões negativas de CO2 líquidas alcançáveis com o uso de combustível de pellets de madeira)

GÁS NATURAL X BIOMASSA X PELLETS

Com o aumento dos preços do gás natural é mais econômico para as empresas em substituir pelo consumo energético de biomassa ou pellets.

Custo para gerar 500 ton.vapor (R$) –

( Combustível ) GLP             50.702,46

Óleo BPF                             30.464,29

Gás Natural                         29.845,50

Lenha Eucalipto                  16.542,39

Biomassa                            14.542,86

Pellets                                10.538,46

Uma indústria de São Paulo utiliza gás natural como combustível energético. Fez uma mudança na matriz energética para substituição para pellets e no ano passado economizou mais de R$ 231.684,48. Além da economia financeira deixou de utilizar um combustível gerador de GEE por um combustível limpo e renovável.


LEIA TAMBÉM: BRASIL E UNIÃO EUROPEIA REALIZAM REUNIÃO BILATERAL SOBRE MEIO AMBIENTE


USO SUSTENTÁVEL E ECONÔMICO DE PELLETS PARA AQUECIMENTO RESIDENCIAL E INDUSTRIAL NA EUROPA

Sete milhões de casas na União Europeia foram aquecidas graças ao sistema de aquecimento por pellets ou fogão ou caldeira durante 2019. No  ano de 2020, foram comercializados mais de 750.000 equipamentos e a expectativa é de que o parque técnico europeu de aquecimento a pellets continue a aumentar a uma taxa não inferior a 10% ao ano.

A biomassa peletizada é a principal fonte de energia renovável para aquecimento na União Europeia, com cerca de 85% de contribuição. Além de grandes instalações centralizadas capazes de fornecer energia térmica por meio de redes de distribuição a cidades inteiras, como em Estocolmo ou Copenhague, existe um grande mercado para aquecimento doméstico para residências independentes. Fogões a pellets e caldeiras são os equipamentos de aquecimento de biomassa sólida mais usados na UE28 Os fogões a pellets representam 80% dos equipamentos de biomassa para aquecimento doméstico com potência inferior a 50 kW, enquanto os restantes 20% são caldeiras que fornecem calor através de sistema de radiador ou piso radiante. Os usuários de aquecimento de biomassa na França, Itália e Espanha preferem fogões a pellets, com 93% das instalações deste tipo em casas unifamiliares, em comparação com 7% para caldeiras a pellets. Porém, em países como Alemanha ou Áustria, a tendência é oposta e a instalação de caldeiras a pellets prevalece sobre a de fogões.

Caldeiras a pellets em bom momento. Em 2019, a instalação de novas caldeiras a pellets com menos de 50 kW de potência para uso doméstico na UE28 cresceu cerca de 10% face ao ano anterior, ultrapassando 132.000 unidades vendidas. O mercado está num bom momento, impulsionado pelas políticas ambientais da UE de descarbonização do setor do aquecimento doméstico e pelo apoio às economias vizinhas. A Alemanha lidera a UE com mais de 287.000 caldeiras de biomassa em operação, seguida pela Itália, Bulgária e Áustria com mais de 140.000 caldeiras cada.

BRASIL BIOMASSA PELLETS BUSINESS

A Brasil Biomassa Pellets Business é uma empresa de consultoria especializada no desenvolvimento de projetos industriais sustentáveis combinado com a engenharia florestal, industrial e de projeto com a expertise em planos estruturais e de viabilidade econômica com o uso de uma tecnologia inovadora de produção de pellets (florestal e do processo da madeira, biomassa setor sucroenergético e agroindustrial)  com crédito internacional e na comercialização da produção industrial ao mercado interno e exportação desde o início dos anos 2004. A expertise e a experiência da Brasil em toda a cadeia de suprimentos e de projetos de produção de pellets desde a engenharia de custo para aquisição mais acessível das instalações industriais e da tecnologia de produção até a fase final de venda da produção, tornam a maior empresa de consultoria e engenharia (inteligência de mercado) em projetos sustentáveis em atuação na América do Sul.

Celso Oliveira

Diretor da Brasil Biomassa Pellets Business e Presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Biomassa e Energia Renovável

ABIB BRASIL BIOMASSA E ENERGIA RENOVÁVEL

Av. Cândido Hartmann, 570 24 andar Conj. 243 80730-440

Curitiba Paraná Fone (41) 33352284 ou (41) 996473481


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: ESTUDO EXPERIMENTAL ESTIMA VALOR DOS CORPOS HÍDRICOS NA CAPTAÇÃO, TRATAMENTO E DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE EFLUENTES EM JARAGUÁ DO SUL/SC É AMPLIADA


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *