NOTÍCIAS

Água subterrânea traz alívio para a cidade de Leeu Gamka na África do Sul

Especialistas em águas subterrâneas da SRK Consulting ajudaram a garantir um abastecimento confiável e sustentável de água subterrânea para as comunidades locais em Leeu Gamka, localizado no extremo sul da África do Sul.

 

agua subterranea

De acordo com Ashley America, gerente de serviços de infraestrutura do município, ”a adição de três furos foi capaz de resolver os problemas de abastecimento decorrentes do baixo rendimento dos furos existentes e da má qualidade da água que prejudicava o sistema de tratamento por osmose reversa (OR) do município”.

Ashley América complementa que Leeu Gamka tinha três comunidades que exigiam um abastecimento de água mais estável – Bitterwater com 606 famílias, Newton Park com 26 famílias e o esquema habitacional Transnet com 40 famílias.

Leon Groenewald, hidrogeologista da SRK Consulting, disse que o mais produtivo dos poços existentes na área era capaz de entregar por hora de 15.000 a 18.000 litros, fornecendo um volume máximo de 432.000 L/d.

“Isso ficou consideravelmente fora do pico de demanda diária que Leeu Gamka precisa durante a temporada de verão entre novembro e janeiro, que chega a 610.000 L/d”, disse Groenewald.

Para complementar o déficit, o município foi forçado a usar outros dois furos de produção que eram insustentáveis e de baixo rendimento. A má qualidade da água também significava que a água exigia um tratamento com OR antes de se tornar potável.

 

 

LEIA TAMBÉM: MDR abre consulta pública para elaborar Carta Brasileira sobre Cidades Inteligentes

 

 

A SRK começou a trabalhar com o município durante a seca de 2017, quando o trabalho geohidrológico inicial começou, seguido pela perfuração e teste de poços potenciais. Isso foi financiado pelo Fundo de Alívio à Seca, por meio do Departamento de Governo Local de Western Cape.

A primeira fase do projeto envolveu um extenso levantamento geofísico e mapeamento geológico. Os furos foram localizados, um empreiteiro de perfuração foi selecionado e supervisionado pela SRK. Com base nas necessidades do cliente, os rendimentos foram testados e interpretados, para garantir que o regime de bombeamento pudesse atender às necessidades de água das comunidades e, ao mesmo tempo, ser sustentável. Segundo Groenewald:

 

“Nosso programa de perfuração e teste produziu três furos que poderiam ser usados pelo município, com um rendimento combinado de 518.000 litros por dia”.

 

A segunda fase do projeto – que foi concluída no início deste ano – envolveu o equipamento e comissionamento dos furos. A SRK foi novamente contratada pelo município para a fase dois para uma gama de serviços. Isso incluiu o projeto e a instalação da bomba do poço, o projeto da tubulação para conectar os poços à infraestrutura existente, bem como o gerenciamento do projeto e do empreiteiro.

Com base na gama de disciplinas científicas e de engenharia em sua rede de escritórios na África do Sul, a SRK também forneceu consultoria técnica para o processo de licitação e, em seguida, supervisionou o trabalho de construção de acordo com os padrões exigidos.

Reconhecendo a crescente importância da gestão da água na África do Sul, a SRK recentemente consolidou sua ampla experiência relacionada à água em Western Cape em um projeto único.

“Nós estendemos nossos serviços além dos serviços tradicionais de abastecimento de água subterrânea para serviços de águas superficiais, como tratamento de água, gerenciamento de águas pluviais e gerenciamento de risco de inundações. Isso inclui aconselhamento estratégico em qualquer tipo de projeto de água, com uma gama completa de serviços”.

 

Fonte: Water Online

Tradução e adaptação: Renata Mafra
Produtora de conteúdo
renata@webapp233877.ip-104-237-133-206.cloudezapp.io