NOTÍCIAS

Veolia fornece tecnologias de dessalinização e desmineralização para usina de energia elétrica em Gana

                                                       logoveolia

Projeto também abrange a instalação de soluções para produção de água potável

A Veolia Water Technologies da África do Sul firmou contrato para o fornecimento de tecnologias de tratamento de água para a usina Kpone (KIPP). Localizada a menos de 1 km do Oceano Atlântico (fonte de água da planta), a KIPP será responsável por, aproximadamente, 10% da capacidade total de fornecimento de energia do país e se tornará a maior usina independente de Gana quando as operações começarem, no início de 2017. A parceria contempla a aplicação de equipamentos de pré-tratamento, dessalinização, desmineralização e plantas para produção de água potável.

O escopo completo do contrato inclui planejamento, design, construção/montagem e testes dos equipamentos, que serão entregues no porto de Durban, na África do Sul. Os skids incluem uma solução de pré-tratamento de água salgada com clarificação e filtração, uma primeira etapa de dessalinização (com capacidade de tratamento de 3,1 mega/litros por dia de água do mar) e em uma segunda etapa para dessalinização da água salobra. O projeto também conta com um equipamento de desmineralização por troca iônica em leito misto para polimento e um sistema de tratamento de água potável.

O projeto, fechado por meio de uma licitação pública emitida pelo Grupo 5, foi atribuído à Veolia em setembro de 2015, com a previsão de entrega dos skids e conclusão das instalações no final de 2016, quando a Veolia também fornecerá assistência ao comissionamento. O estudo de risco e operacionalidade já foi realizado e agora o trabalho segue para a montagem dos skids da Veolia.

“A experiência de ter construído a maior parte das plantas de tratamento de água do mar das usinas de dessalinização na África do Sul levou a Veolia a se tornar líder neste segmento. A expertise e a competência da Veolia desempenharam um papel crucial na obtenção deste contrato e vamos garantir que a KIPP, em Gana, se beneficie da nossa experiência”, conclui Oosthuizen.

Portal Tratamento de Água