NOTÍCIAS

Veolia expõe tecnologias de clarificação de água e tratamento de efluentes no ABTCP 2016

O Congresso e Exposição Internacional de Celulose e Papel chega a sua 49ª edição com mais uma participação da Veolia Water Technologies. O evento, que reúne profissionais e empresas atuantes no setor, contará com um estande onde os visitantes poderão conhecer mais sobre os processos de clarificação de água Multiflo™ e Actiflo™, e as tecnologias MBP e MBBR para tratamento de efluentes da Veolia.

Organizado pela Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel (ABTCP), o Congresso tem data marcada para acontecer entre 25 e 27 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo. O estande nº 66 da Veolia está localizado na rua 5 do pavilhão. Algumas das tecnologias expostas, inclusive, foram escolhidas para compor projetos de tratamento em grandes companhias do setor, como a Fibria, que escolheu a Veolia para implantar três unidades de tratamento no projeto Horizonte II de expansão da fábrica de Três Lagoas (MS).

image011

Tecnologia Actiflo™: mundialmente utilizada nos mercados industriais e municipais, é um sistema compacto que utiliza microareia para a formação de flocos. O processo baseia-se na sedimentação lastreada, na qual os flocos formados pela combinação sólido/coagulante/polímero são formados ao redor de grãos de microareia. Esta combinação incrementa o peso dos flocos formados e aumenta a velocidade de sedimentação em até 80 vezes em relação aos processos convencionais de tratamento.  Por ter a velocidade de sedimentação elevada, é a proposta ideal para uma solução de unidade muito compacta, proporcionando ainda reduzida área de implantação; reduzida construção civil; grande capacidade de absorver variações na água bruta; e start up muito simples, proporcionando rapidamente a qualidade de água desejada. Esta tecnologia está aplicada, por exemplo, na cidade de Ponta Grossa e na CMPC Guaíba, bem como mais recentemente na Fibria de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul.

Tecnologia Multiflo™: além da alta taxa de aplicação, utiliza o conceito de formação de lodo mais adensado no fundo do decantador lamelar, otimizando, dessa maneira, as fases posteriores de desaguamento e desidratação de lodo. Esta solução é utilizada na Fibria de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul; e na Suzano, em Imperatriz, no Maranhão.

image012

Tecnologia AnoxKaldnes™MBBR (Moving Bed Biofilm Reactor): é baseada no princípio de biofilme por meio de mídias plásticas especialmente concebidas, as quais são mantidas em suspensão no reator. A solução utiliza as vantagens dos sistemas de lodos ativados e outros processos de biofilme, tais como biofiltros etc. A mídia é projetada para proporcionar uma grande superfície protegida para o biofilme, potencializando as condições para o desenvolvimento da massa biológica. É uma tecnologia comprovada, a qual otimiza a área ocupada e principalmente reduz os custos de construção civil. Existem várias plantas que utilizam este processo tais como Pacífico e Santa Fé, no Chile; Stendal, na Alemanha; e CMPC Guaíba, no Brasil.

Tecnologia MBP (Minimum Biosludge Production): por meio de lodos ativados, este processo apresenta alta eficiência na redução de carga orgânica, alta qualidade do efluente tratado e reduz o volume do lodo gerado. É um processo de alta confiabilidade, baixo custo de operação e simplicidade de operação/ controle.

image003

Expertise no segmento – A Veolia tem know-how no segmento de papel e celulose. O contrato mais recente é o assinado com a Fibria para o projeto Horizonte II, que envolve a construção de uma segunda linha de produção com capacidade de celulose anual de 1,75 milhão de toneladas, na unidade de Três Lagoas. Neste projeto, a Veolia fará a implantação de três unidades de tratamento utilizando seus processos patenteados: a primeira usará um sistema de osmose reversa para produção de água desmineralizada, a segunda unidade contará com o processo de clarificação Actiflo® de alta taxa combinado com filtros TGV para tratar 185.000 m3/d de água bruta e a terceira cuidará do tratamento de 166.000 m3/d dos efluentes industriais da planta por meio da tecnologia AnoxKaldnes™ BAS™ (MBBR + lodo ativado). A inauguração está prevista para o quarto trimestre de 2017.

Seminário Planta de Remoção de Cloretos – Durante a ABTCP, a Veolia ministrará o seminário “Planta de Remoção de Cloretos (CRP)”, no dia 27 de outubro, das 14h às 16h. Michael Begley, engenheiro de design e processos sênior, e Leda Alvalá, diretora de desenvolvimento de negócios Brasil, esclarecerão quais são os princípios básicos da CRP, como operar, bem como comparar com o sistema de Ash Leaching.  Para confirmar a presença é necessário enviar um email para marketingbr@veolia.com até o dia 14/10.

ABTCP 2016
Estande da Veolia : 66 – Rua 5.