Notícias

Tratamento compacto inteligente: a chave para a descentralização

Publicado em 05/09/2019 às 10:31:44

Devido a inovações técnicas, o tratamento avançado de efluentes e a dessalinização podem ser realizados exatamente no local em que são necessários

descentralizacao

A noção de um tratamento descentralizado de efluentes não é novidade se você pensar a respeito. Considere as fossas sépticas em zonas rurais. A dessalinização em pequena escala foi descrita pelos antigos gregos. Então, por que o tratamento descentralizado está recebendo tanta atenção ultimamente? Resumindo, os avanços na tecnologia aumentaram a eficiência e reduziram o custo até o ponto em que levar o tratamento para onde é necessário, sem a necessidade de uma extensa infraestrutura de coleta e distribuição, tornou-se prático e acessível.

Tratamento de Efluentes e Dessalinização

Inovações técnicas permitiram o uso de processos de tratamento de água mais compactos e eficientes. Considere, por exemplo, o tratamento de efluentes com a tecnologia de reator de biofilme de membrana aerada (MABR). O que torna o MABR tão revolucionário em comparação com os sistemas tradicionais de tratamento de lodo ativado?

No tratamento com MABR, os processos de nitrificação e desnitrificação que anteriormente exigiam duas ou mais câmaras agora podem ser realizados simultaneamente em um único tanque, graças a um biofilme que é formado em uma membrana em espiral. Essa membrana possibilita uma enorme área de superfície em um pequeno espaço.

Os sistemas tradicionais requerem ar comprimido para arejar os efluentes com bolhas, que exigem grandes quantidades de energia. Pelo contrário, o tratamento MABR é aerado à pressão atmosférica, reduzindo os custos de energia. Estas inovações são responsáveis por um aumento nos volumes de fluxo e na qualidade do efluente, além de uma grande redução nos custos operacionais.

Barateamento no processo de dessalinização

A dessalinização experimentou uma revolução semelhante em meados de 2010, quando os cientistas e engenheiros de Israel melhoraram significativamente a dessalinização por osmose reversa (RO) para tornar o processo muito mais econômico.

Na Fluence, desenvolvemos ativamente soluções técnicas, incluindo concentração de salmoura, o que minimiza os custos de descarte e o impacto ambiental. As soluções de dessalinização da Fluence apresentam uma alta taxa de recuperação e uma menor necessidade de energia e produtos químicos.

Devido a esse tipo de evolução técnica, o mercado de dessalinização, que já teve um custo proibitivo, expandiu-se significativamente e tornou a dessalinização evidente para aplicações descentralizadas.

Tratamento Compacto Inteligente

A Fluence lançou no mercado estas inovações na forma de plantas de tratamento de efluentes Aspiral ™ e plantas de dessalinização NIROBOX™. Estas soluções Compactas Inteligentes são fornecidas em contêineres fáceis de transportar e de instalação instantânea.

As unidades podem ser implementadas rapidamente quando necessário, o que requer uma preparação mínima do lugar. Plantas grandes e centralizadas tradicionais correm o risco de se tornarem elefantes brancos de grande magnitude e custo quando as necessidades mudam. Por outro lado, plantas descentralizadas oferecem flexibilidade porque elas são facilmente adaptáveis com a adição de unidades. Além disso, elas podem ser movidas ou vendidas quando não são mais necessárias em um determinado local.

Da mesma forma, as soluções descentralizadas da Fluence contam com uma tecnologia inteligente com monitoramento remoto que permite a redução de pessoal no local.

Ênfase na Resiliência

Quando um cliente recebe uma unidade de tratamento compacta, a caixa não é descartada em um prédio: a caixa é o prédio. Os contêineres são feitos de aço aquecido, classificados para ventos com intensidade de furacão, e resistem rotineiramente a tempestades em alto mar.

A pintura base aplicada pelo fabricante do recipiente consiste em uma camada preparatória de zinco, uma camada preparatória de epóxi e uma camada superior de acrílico. Em seguida, a Fluence aumenta a pintura do fabricante com tinta termoplástica para ambientes marítimos C5-M, muito corrosivos, como as áreas costeiras do Caribe e da América Latina. Um revestimento de betume é aplicado na parte inferior das unidades.

A resistência ao vento, os revestimentos especializados e a adaptabilidade a aplicações descentralizadas fornecem a resistência às mudanças climáticas que o Banco Mundial e outras organizações estão promovendo. Além disso, ter um requisito de baixa energia significa que uma planta pode ser implementada em áreas fora da rede elétrica, alimentada por fontes alternativas de energia.

Como a tecnologia Compacta Inteligente pode ajudar a satisfazer suas necessidades de tratamento de efluentes ou dessalinização?

Entre em contato com os especialistas da Fluence para falar sobre seu próximo projeto!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *