Notícias

Sabesp anuncia novos reservatórios em Itanhaém/SP

Publicado em 11/11/2019 às 10:28:04

Capacidade aumentará de 10 milhões de litros para 50 milhões até 2023, diz empresa

sabesp-reservatorios-itanhaem

Quatro reservatórios serão construídos dentro na Estação de Tratamento de Água Mambu/Branco (Sabesp/Divulgação).

Quatro novos reservatórios, com capacidade para 10 milhões de litros de água cada um, serão construídos em Itanhaém, dentro da área da Estação de Tratamento de Água (ETA) Mambu/Branco. As obras foram anunciadas na sexta-feira, (8 de novembro de 2019) pela Sabesp. A previsão é concluir os trabalhos em dois anos e meio, para atender a temporada de verão 2022/2023.

Capacidade hídrica

A intenção é que Itanhaém tenha reserva de 50 milhões de litros de água tratada (somando os futuros 40 milhões aos 10 milhões já existentes). O objetivo é aumentar a segurança hídrica e melhorar o abastecimento  da Cidade, além de Peruíbe, Mongaguá, Praia Grande e a Área Continental de São Vicente.

O diretor de Sistemas Regionais da Sabesp, Ricardo Borsari, explica que, além da reserva maior de água, a vazão da estação será duplicada, dos atuais 1,6 mil litros por segundo para 3,2 mil litros por segundo.

“Aqueles problemas que temos com queda no fornecimento de energia elétrica, vamos ter uma capacidade para amortecer. Continuaremos abastecendo mesmo com ausência de energia para funcionar a ETA. E com isso ganhamos pelo menos 20 horas de folga, com uma regularidade muito grande no abastecimento”.


LEIA TAMBÉM: NOVO CONTRATO DE UBATUBA/SP COM SABESP PREVÊ INVESTIMENTO DE R$ 286 MILHÕES.


Elaboração do plano de contingência

Borsari diz que nesta temporada de verão um plano de contingência já foi traçado.

“Com equipes de manutenção de plantão para atender o mais rápido possível e manobrando nossos reservatórios, ETA’s, estações de bombeamento para atender todo mundo. E já faço um apelo para a população fazer uso racional da água”.

Os trabalhos acontecem juntos. Serão investidos R$ 46,6 milhões, beneficiando aproximadamente 2,1 milhões de pessoas e fazem parte da 2ª etapa do Programa Água no Litoral.

O diretor de Tecnologia, Empreendimentos e Meio Ambiente da Sabesp, Edison Arioldi, afirma que também estão sendo projetadas obras de duplicação do bombeamento em direção a Peruíbe e Praia Grande.

“Vamos aumentar a transferência e flexibilidade entre os sistemas”.

Fonte: A Tribuna.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *