NOTÍCIAS

Noções básicas sobre preparadores de polieletrólitos automáticos

Em cada processo de purificação de água, é necessária uma combinação de tratamentos elementares para separar as partículas em suspensão, colóides e substâncias dissolvidas.

polieletrolitos

Um dos principais processos utilizados para a eliminação de colóides é a decantação ou flotação pela adição de floculantes sintéticos chamados polieletrólitos.

Esta adição exige cuidado pessoal, ou ao contrário, podemos automatizar essa função instalando preparadores automáticos de polieletrólito, mas quais são esses equipamentos? Quais são suas vantagens? Qual modelo é o mais interessante para a minha planta?

Preparadores automáticos de polieletrólito

Este equipamento prepara automaticamente e continuamente a solução de polieletrólito, misturando nas proporções apropriadas o produto concentrado em emulsão ou pó e com água de diluição.

No mercado, podemos encontrar desde soluções simples com funções básicas, até equipamentos automáticos, que podem ser controlados por Controlador Lógico Programável (CLP).

Com base no tipo de instalação e no uso que será dado, os equipamentos automáticos de preparação de polieletrólito estão normalmente disponíveis em aço inoxidável, polietileno e polipropileno, com volume que permite capacidades nominais variando de 0,3 a 5 m³ / h.

Nas configurações mais completas, um ajuste inicial do sistema permite otimizar a dose, dependendo das características físicas do polieletrólito em pó ou emulsão adotada, garantindo elevada precisão de dosagem (isto economiza até 30%) bem como uma perfeita preparação e diluição.

Aplicações comuns

  • Tratamento de efluentes industriais e água potável.
  • Tratamento de esgoto, especificamente em tratamentos físico-químicos
  • Tratamento de lodo, para melhorar o desempenho de centrífugas e filtros prensa.

Tipos de equipamentos

  1. Para polieletrólito em pó
  • Equipamento para a preparação automática e contínua da solução de polieletrólito a partir de polieletrólito em pó e água.
  1. Para polieletrólito em emulsão
  • Este equipamento possui uma operação semelhante à anterior, mas está preparado para a operação com polieletrólito em emulsão.
  • Neste caso, o dosador de pó é suplantado por uma bomba especial para líquidos de alta viscosidade, como a emulsão polieletrolítica.
  1. Versão dupla para polieletrólito em pó e emulsão
  • Equipamento preparado para operação com polieletrólito em pó e emulsão polieletrolítica.

 Tipos de preparadores automáticos de polieletrólito

polieletrolito

Fonte: Agua, Energía y Medioambiente Servicios Integrales S.L.U. (AEMA)

Principais vantagens

Utilizando os preparadores automáticos de polieletrólitos automáticos, obtém-se o seguinte:

  • Economia de espaço e centralização da instalação.
  • Economias significativas de polímero
  • Precisão na preparação e dosagem otimizando os processos.
  • Capacidade de regular de forma precisa e totalmente automática a contribuição do reagente, dependendo do fluxo de entrada de água.

Fonte: AGUASRESIDUALES.INFO, Autor: Agua, Energía y Medioambiente Servicios Integrales S.L.U. (AEMA), adaptado por Portal Tratamento de Água – www.tratamentodeagua.com.br

Traduzido por Gheorge Patrick Iwaki

A VIBROPAC conta com duas áreas de especialidades para atender mercados específicos.

vibropac

A VIBROPAC ÁGUAS E EFLUENTES que se dedica à fabricação, Sistemas de Pré Tratamento de Efluentes, Preparadores de Polímeros, Sistemas de Injeção Química e a comercialização de Bombas Dosadoras Milton Roy, Bombas Pnemáticas Yamada e Controladores Digitais de Processos.

Já a VIBROPAC PETRÓLEO E GÁS se especializou em soluções para as áreas de extração e refino de petróleo com a fabricação de Sistemas de Injeção Química e Odorizadores de Gases, bem como o fornecimento de Bombas de Acoplamento Magnético, Bombas Centrífugas de Alta Pressão API 610, Bombas de Fusos e Multifásicas e Compressores Centrífugos API 617.

Acesse o link, com a linha de produtos da Vibropac: www.vibropac.com.br/produtos