Notícias

Praia da Guarderia/ES fica sem registro de esgoto no mar após obras

Publicado em 10/06/2021 às 11:24:58

Monitoramento de balneabilidade feito pela Prefeitura de Vitória aponta que a região já está na sexta semana seguida classificada como própria para banho

Praia da Guarderia/ES

Pela sexta semana consecutiva, a praia da Guarderia, próximo à Curva da Jurema, em Vitória, vem sendo classificada como ponto próprio para banho.

Até meados de abril, era comum banhistas que frequentavam o local reclamarem do mau cheiro, provocado principalmente pelo esgoto que era lançado diretamente no mar e acabava afetando a balneabilidade de outras praias da capital.

A situação começou a mudar a partir do dia 23 de abril, quando a prefeitura iniciou uma intervenção no sistema de drenagem da região.

De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam), as obras estão em fase final e devem ser concluídas nos próximos dias.

A intervenção consiste na instalação de um duto que conduz as águas da elevatória de águas pluviais (que é uma estação de bombeamento para retirar águas de região baixa) à elevatória de esgoto, ambas na avenida Saturnino de Brito, na Praia do Canto.

Dessa forma, foi interrompido o lançamento irregular de esgoto no local, que chegava à praia pela rede de drenagem municipal.

A destinação final agora é a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Mulembá, no bairro Joana D´Arc.

“Desde o início da atual gestão, começamos a receber muita reclamação de frequentadores sobre cheiro de esgoto no local. A partir de então, fizemos um levantamento sobre quais imóveis estavam com a ligação de esgoto irregular e o lançando diretamente na praia”, explicou o secretário municipal de Meio Ambiente de Vitória, Tarcísio Föeger.

“Foram identificados sete imóveis nessa situação. Todos eles foram notificados e regularizaram a situação. Além disso, identificamos que seria necessária também uma intervenção no local”, completou.

 

LEIA TAMBÉM: Samae/SC divulga panorama de abastecimento de água no pós-chuvas

 

O secretário destacou ainda que o fato de não haver mais lançamento de esgoto no mar, nas proximidades da ponte da Ilha do Frade, contribuiu para uma melhora significativa da balneabilidade das praias de Vitória.

Segundo o último levantamento semanal feito pela prefeitura, para avaliar a qualidade da água na orla da capital, dos 21 pontos monitorados, entre Jardim Camburi e a Ilha do Boi, 20 estão próprios para banho. Apenas o Ponto 9, na altura de Jardim da Penha, que é interditado, não é indicado para recreação.

De acordo com a prefeitura, semanalmente são coletadas amostras de águas, nos pontos monitorados, e feitas análises laboratoriais, para a avaliação do indicador coliformes termotolerantes. O resultado da balneabilidade vale até esta quinta-feira (10).

Ainda segundo a Prefeitura de Vitória, além das obras no sistema de drenagem da praia da Guarderia, o reforço na fiscalização de ligações irregulares de esgoto e ações de limpeza da Baía de Vitória contribuíram para a melhora da balneabilidade das praias.

Somente na última semana, de acordo com a prefeitura, foram retiradas 170 toneladas de lixo da baía e regiões de mangue.

 

FONTE: folhavitoria


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *