NOTÍCIAS

Por que o equilíbrio da vazão de ar na ETE é importante no tratamento de esgoto?

Conheça as vantagens de ter a quantidade exata de oxigênio neste processo.

Atlas-Copco-aeracao-ete

O tratamento de esgoto por meio da aeração com sopradores se dá de forma biológica e natural. Determinar o equilíbrio da vazão de ar na ETE permite controlar a quantidade exata de oxigênio no tanque e pode melhorar a qualidade desse processo. Entenda como, a seguir.

FUNCIONAMENTO

As bactérias se alimentam de resíduos orgânicos, quebrando-os em dióxido de carbono, gás nitrogênio e água. Mas para realizar essa transformação, elas necessitam de oxigênio, por isso os sopradores acrescentam ar à mistura.

⇒ O que ocorre se há muito ar no processo de tratamento?

Ao se inserir muito oxigênio, as bactérias multiplicam-se com maior velocidade.

| Consequências |

Alta produção de lodo, o que automaticamente:

  • Gera despesas para controlá-lo, o que inclui a secagem do lodo e limpeza do local;
  • Desequilibra o processo;
  • Aumenta a densidade desse material de bactéria;
  • Demanda mais oxigênio, o que significa mais gasto de energia (afinal, se há mais lodo, é preciso inserir mais ar ao processo).

⇒ O que ocorre se há pouco ar no processo de tratamento?

Com pouco oxigênio, as bactérias podem morrer de fome, sem respirar.

| Consequências |

Isso pode gerar mau cheiro e demora no processo de tratamento.

ENTÃO, QUAL É O PARÂMETRO DE EQUILÍBRIO IDEAL PARA VAZÃO DE AR DE UMA ETE?

Para garantir o equilíbrio da estação e um menor gasto de energia, uma boa variação de vazão de ar deve ser superior a 70%. Para isso, é preciso verificar se o equipamento utilizado oferece esse desempenho, ou seja, capacidade de variação do ar de 30 a 100% de desperdício de ar por válvulas de segurança e Blow-off.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DO EQUILÍBRIO DA VAZÃO DE AR? 

  • Evita a perda de energia no processo, já que o soprador operando em baixa rotação tem um menor consumo de energia;
  •  No caso do soprador tri-lobular ao operar em baixa rotação, o ar recircula mais internamente, o que aumenta a temperatura de saída do ar e a potência consumida.
  •  Reduz o odor.
  •  Reduz a chance de produção em excesso de lodo.
  •  Garante o tempo correto de tratamento.

Por: Ricardo Brandão | Atlas Copco