NOTÍCIAS

Nova Opersan: Centro de Tratamento OffSite de Jundiaí

A Nova Opersan, empresa especializada em soluções ambientais para tratamento e reúso de água, realizou no dia 10 de novembro, uma visita técnica ao Centro de Tratamento OffSite de Jundiaí, em São Paulo.

Foi uma oportunidade, para conferir in loco os tipos de tratamentos que a empresa oferece para o mercado. Tecnologias aplicadas a efluentes com a características inorgânica que demandam reações como: precipitação química, quebra ácida, oxidação, redução, entre outros. Também uma chance exclusiva de conhecer o laboratório que, só no mês de abril de 2017, realizou 15 mil analises de efluentes. A companhia possui presença nacional e certificações ISSO 9001, ISSO 14001 e NBR 17025.

nova-opersan

Fonte: Nova Opersan

Fundada em 2012, a Nova Opersan é resultado da associação entre o Pátria Infraestrutura, gestora de recursos de fundos de private equity, com a Enasa -especialista em projeto e construção de sistemas de tratamento e a Opersan Resíduos – com foco em tratamento de efluentes Offsite, realizando ainda, ao longo dos anos, diversas aquisições de negócios de empresas do mesmo seguimento. Com mais de 30 anos de experiência, a companhia está presente em 8 estados brasileiros e possui um portfólio com mais de 700 clientes atendidos.

Operações

nova-opersan-onsite

 

 

 

 

 

Antônio Fréo, gerente comercial OffSite, e Paulo Paschoal, gerente geral de operações da Nova Opersan apresentaram o Centro de Tratamento Off Site.

Os representantes da empresa, explicaram que Offsite é o modelo de negócio no qual as empresas destinam seus efluentes, por meio de caminhões, para as centrais de tratamento. As unidades de Jandira (SP), Indaiatuba (SP), Blumenau (SC), Rio de Janeiro (RJ) e Camaçari (BA), a Nova Opersan oferece tratamentos biológico, físico-químico e por termocompressão a vácuo.

Já as operações OnSite são aquelas onde o Grupo Opersan presta serviços nas dependências do próprio cliente. “Trata-se de um modelo de negócio aplicado as indústrias e empreendimentos comerciais que têm a necessidade de instalar e/ou operar sistemas de tratamento de água e/ou efluentes para suprir suas demandas internas de recursos hídricos, atender normas e legislações ambientais, assim como buscar reduções de custos através de projetos de reúso”, frisou Fréo.

nova-opersan

Fonte: Nova Opersan

Conheça as rotas tecnológicas e serviços que fazem parte das Operações Offsite Nova Opersan:

Físico-químico: Realizado nas unidades de Jandira, Jundiaí, Indaiatuba, Rio de Janeiro e Camaçari, o tratamento físico-químico é aplicado a efluentes com característica inorgânica que demandam reações como, precipitação química, quebra ácida, oxidação, redução, entre outros.

Termocompressão a Vácuo: Tecnologia presente nas centrais de tratamento de Jandira, Indaiatuba e Camaçari, consiste na separação dos contaminantes por meio da destilação do efluente. Processo de tratamento adequado para remoção de metais pesados, sulfato, sulfeto, óleos e graxas, e efluentes com altas cargas de DBO e DQO.

Tratamentos Biológicos: Presente nas centrais de tratamento do Rio de Janeiro (RJ) e Blumenau (SC), o tratamento biológico ocorre pela biodigestão dos compostos orgânicos dos efluentes, através da ação microbiológica.

Análises Laboratoriais: O laboratório da Nova Opersan da unidade de Jundiaí é acreditado NBR ISO/IEC 17025 para a realização de testes e análises de efluentes conforme os parâmetros determinados nos artigos 18 e 19A do Decreto Estadual 8468.

 

Fluxograma Simplificado – Offsite

fluxograma-offsite-nova-opersan

Fonte: Nova Opersan / Paulo Paschoal

 

O gerente geral de operações, Paulo Paschoal comentou sobre os transportes de efluentes, que possui as seguintes exigências:

  • Homologação de transportadoras contratadas.
  • Seguro ambiental.
  • Contrato com empresa de atendimento a emergências.
  • Área de descarregamento contida e impermeável.
  • Verificação da documentação de transportes.
  • Realização de Check List dos caminhões.

Também foram apresentados, alguns efluentes recebidos e seus contaminantes:

efluentes-contaminantes

Fonte: Nova Opersan / Paulo Paschoal

Os laboratórios OffSite de Jundiaí, Jandira e Indaiatuba, localizados no Estado de São Paulo realizam:

  • Avaliação de tratabilidade de efluente brutos.
  • Avaliação de tratabilidade de efluente brutos.
  • Otimização do tratamento.
  • Busca por novas tecnologias.
  • Prestação de serviços analíticos.
  • Avaliação do efluente tratado.

 

Os laboratórios OffSite de Camaçari (BA), Santa Cruz (RJ) e Blumenau (SC):

  • Avaliação de tratabilidade de efluente brutos.
  • Otimização do tratamento.
  • Busca por novas tecnologias.
  • Avaliação do efluente tratado.

Sobre o processo Físico Químico, Paulo Paschoal apresentou as Etapas do Processo:

processo-nova-opersan

Fonte: Nova Opersan 

  • Coagulação.
  • Floculação.
  • Oxidação / Redução.
  • Quebra de emulsão.
  • Precipitação de metais, sulfatos, fluoreto.
  • Adsorção.
  • Separação do lodo.
  • Desaguamento de lodo.

 

E a termocompressão à vácuo, que possui aspectos importantes, como:

  • Operação 24h.
  • Intertravamentos de segurança.
  • Acesso remoto ao PLC.
  • Limpeza química automática.

 

TCV – Principais Correntes

tvc-nova-opersan

Fonte: Nova Opersan 

Antônio Fréo, gerente comercial OffSite, comentou que a empresa sentiu uma considerável retração na demanda de indústrias em 2016, porém desde o final do ano passado é observado uma gradual retomada. “Atualmente, a demanda vem de centros urbanos, em shoppings e grandes condomínios imobiliários. A companhia está preparada para se tornar uma empresa de grande porte, e mudará o nome para Grupo Opersan em breve, os clientes já nos chamam dessa forma”, concluiu.

 

Gheorge Patrick Iwaki
gheorge@webapp233877.ip-104-237-133-206.cloudezapp.io
Responsável Técnico
Portal Tratamento de Água