Notícias

Linha 4 do metrô de SP capta água para abastecer suas estações

Um projeto de abastecimento subterrâneo de água potável para estações da Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, concessionada à ViaQuatro, foi implantado para atender o consumo necessário para as áreas administrativas, lavagem de trens e todas as estações da malha.

 

metro

 

A água é captada no Pátio Vila Sônia, que é uma área de 114.000 m² destinada à manutenção dos trens e que também abriga oficinas e a sede da empresa. O sistema tem capacidade de captar 120.000 l/ dia de água.

A ideia surgiu com o agravamento da crise hídrica em São Paulo em 2015. Para abastecer as estações e o pátio de manutenção Vila Sônia da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo, foram realizados estudos em busca de soluções para garantir o abastecimento independente e sustentável.

Dentre as soluções, a adoção de poço artesiano foi a mais adequada, pois no entorno do pátio foram identificadas áreas com grandes vazões de água.

Mitigação dos riscos de falta de abastecimento público de água

Segundo a concessionária, a solução por meio de água subterrânea proporcionou a mitigação dos riscos de falta de abastecimento público de água e a redução do uso de rede pública, deixando de ser grande consumidora em “contrato de demanda firme” com a Sabesp.

Além disso, a empresa informa que o abastecimento subterrâneo é uma solução que permite facilidade para manutenção (rede aparente e conexões rosqueadas) com controle automatizado.

A concepção do projeto considerou a implantação de adutora no túnel de via nos horários sem operação dos trens (0h30min às 3h30min), sendo os trabalhos compatibilizados com as manutenções preventivas da via permanente e rede aérea. A logística de distribuição dos tubos no túnel para posterior instalação também respeitou o período sem operação de trem. A iniciativa começou em 2016 e foi finalizada no ano passado.

A solução consiste em tubos metálicos de extremidade rosqueada e luvas de conexão, para agilizar a implantação. A adutora é em aço carbono galvanizado e revestida internamente com pintura anticorrosiva epóxi líquido, de diâmetro variável entre Ø4” e Ø1½” ao longo do túnel da via.


LEIA TAMBÉM: GOVERNO DE SP MODERNIZA RESOLUÇÃO PARA A UTILIZAÇÃO DA ÁGUA DE REÚSO.


Processos de tratamento da água

A água passa por uma estação de tratamento de água (ETA), localizada a 5 m do poço perfurado.

O tratamento consiste de quatro fases:

  • Mistura rápida;
  • Pré-cloração (são adicionados produtos químicos por meio de bombas dosadoras acionadas automaticamente, que visam corrigir o pH e desinfetar a água do poço);
  • Filtração, verificação do cloro livre e pH da água para medir potabilidade
  • Tratamento de água com ozônio.

O reservatório do Pátio Vila Sônia possui 50.000 litros no reservatório superior, e 119.000 litros para consumo no inferior, sendo este último o primeiro a receber a água tratada. Todas as estações do metrô da Linha 4 contam com reservatórios próprios (em média 20.000 litros), que também recebem a água tratada.

Contingência

Foi implementado um plano de contingência com sistema de bomba redundante para o caso de falha no sistema de recalque; implantação de telemetria para monitoramento de possíveis vazamentos no Pátio Vila Sônia; sistema de válvula de 3 vias instalado no Pátio Vila Sônia que é acionado de forma automática quando necessário, para ativar o abastecimento pela rede da Sabesp; e redundância de abastecimento de água da Sabesp mantida nas estações, como backup para caso de falha no abastecimento pelo poço.

A Linha 4-Amarela do metrô concessionada à ViaQuatro iniciou sua operação em maio de 2010. Hoje, encontra-se em operação as estações São Paulo-Morumbi, Butantã, Pinheiros, Faria Lima, Fradique Coutinho, Oscar Freire, Paulista, Higienópolis-Mackenzie, República e Luz.

Para conclusão do ramal, que terá no total 12,8 km, aguarda-se a finalização das obras da estação terminal da Vila Sônia sob responsabilidade do Governo do Estado.

Fonte: Revista OE.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *