NOTÍCIAS

ETA de Sena Madureira no Acre recebe novos equipamentos para operar com capacidade máxima

ETA da cidade passa por processo de instalação de nova adutora, estação de energia e bomba em balsa flutuante. Trabalho iniciou há 10 dias e deve levar mais 15 para ser concluído.

instacao-novos-equipamentos-eta-sena

A Estação de Tratamento de Água (ETA) da cidade de Sena Madureira, interior do Acre, vai receber novos equipamentos para sua estrutura de captação. O Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) está em processo de instalação de uma nova adutora, estação de energia e bomba em balsa flutuante. Com a intervenção, o órgão espera que o local opere com capacidade máxima.

Edvaldo Magalhães, diretor-presidente do Depasa, explica que os novos equipamentos estão sendo instalados para que uma região da cidade receba água todos os dias. A distribuição para essa parte é feita um dia sim e dois não. Apesar de ter sido inaugurada em 2016, a ETA de Sena não opera com capacidade máxima de tratamento e distribuição, que é de 90 litros por segundo.

Os equipamentos atuais não tem força suficiente para jogar a quantia necessária de água nos reservatórios. “A ETA estava tratando algo em torno de 50 litros e, às vezes, 60 litros por segundo. Com esse investimento complementar, e a partir do momento em que ela estiver com seu funcionamento pleno, a capacidade máxima vai ser atingida”, garante o gestor do Depasa.

Equipamentos novos não foram instalados

Magalhães explica ainda que os equipamentos novos não foram instalados no ano em que a ETA foi inaugurada porque era necessário que uma nova rede dentro da estação fosse construída. Como o processo traria problemas para a cidade, segundo ele, a alternativa foi executá-lo agora. “A cidade não pode parar de produzir água. É um trabalho que precisa ser feito em duas etapas mesmo”.

A previsão é de que os novos equipamentos sejam instalados e comecem a operar dentro de 15 dias, o trabalho já dura ao menos 10. A intervenção não afeta a rede de distribuição dos moradores de Sena Madureira. “Quando [a ETA] estiver em pleno funcionamento, vamos ter condição de abastecer todas as casas da cidade em todos os dias da semana”, conclui Magalhães.

Fonte: G1.