NOTÍCIAS

Estação de Tratamento de Esgoto é inaugurada em Itaporã/MS

Ampliação de ETE proporcionará a coleta e o tratamento do esgoto doméstico a mais de oito mil habitantes do município sul-mato-grossense.

estacao-de-tratamento-agua

Imagem Ilustrativa

Para viabilizar o aumento da cobertura de saneamento no município de Itaporã/MS, na terça-feira (31/8), a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), inaugurou a obra de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), em parceria ao Governo de Mato Grosso do Sul, representada pela Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul).

A cerimônia de inauguração contou com a presença do superintendente da Superintendência Estadual da Funasa no Mato Grosso do Sul (Suest/MS), Jair Viana; do governador, Reinaldo Azambuja; do diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro; do prefeito de Itaporã, Marcos Pacco, além de secretários estaduais, deputados estaduais e federais.

Construída com recursos de R$ 4,2 milhões, oriundos do Termo de Compromisso do Programa de Aceleração do Crescimento (TC/PAC) nº 159/12 entre a Funasa e a Sanesul, a ETE tem capacidade de tratar até 20 litros de esgoto bruto por segundo, emissário final de 815 m, uma estação elevatória, 41,65 km de rede coletora e 88 ligações domiciliares. A ampliação atenderá aos 8,9 mil moradores do município, aumentando a cobertura de tratamento e melhorando a qualidade do sistema de esgoto sanitário.

Itaporã, a 233 km da capital Campo Grande, localiza-se na zona do planalto, entre os rios Brilhante, Panambi e Santa Maria. De acordo com a Divisão de Engenharia de Saúde Pública (Diesp), o município apresenta 100% de abastecimento de água e a cobertura de tratamento de esgoto saiu de 15% para 50%.

Para nós, da Funasa, fazer a entrega de uma obra é motivo de muita alegria, todavia, o mais relevante é o ganho social que a sua efetivação possa trazer para a comunidade, pois, só assim garantimos a promoção da saúde pública e a inclusão social da coletividade”, destaca o superintendente Jair.

Parceria com a Sanesul

Entre 2020 a agosto de 2021, cinco obras de esgotamento sanitário – entre sistemas de tratamento, implantação e ampliação de estações de tratamento – foram entregues pelo aporte de recursos entre a Funasa e a Sanesul. Foram mais de R$ 21 milhões investidos em Aral Moreira, Bataguassu, Angélica, Porto Murtinho e Santa Rita do Pardo.

Para ainda este ano, a previsão é de entregar mais quatro obras nos municípios de Angélica, Dois Irmãos do Buriti, Juti e Nova Andradina. O diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro, evidencia que a universalização da cobertura dos serviços de água e esgoto representa um avanço para Mato Grosso do Sul, que poderá se tornar o primeiro estado do país a disponibilizar para toda a população.

“A Funasa desenvolve um papel importante com melhorias no saneamento básico nas comunidades menores do estado e a parceria com a Sanesul sempre foi bem-sucedida. Esperamos contar sempre com esse apoio que é importante para o projeto da universalização do saneamento no estado. É mais saúde e qualidade de vida para a nossa gente”, ressaltou o diretor-presidente.

Fonte: Funasa.