NOTÍCIAS

Camaçari/BA aposta em retomada da economia pós-pandemia

Prefeitura oferece vantagens para atrair empresas de todos os portes e segmentos para polo industrial integrado

 

cetrel

A Cetrel engloba uma estação de tratamento de efluentes, estações elevatórias, incineradores industriais, sistema de distribuição de água, uma extensa rede de coleta e transporte

A cidade Camaçari, no estado da Bahia, é nacionalmente conhecida por seu complexo industrial integrado, que teve início na década de 1970 e hoje reúne mais de 90 empresas dos mais diversos segmentos. Agora, a prefeitura se prepara para uma nova onda de investimentos, com foco na retomada da economia pós-pandemia do coronavírus.

Vantagens para as empresas interessadas em se instalar por lá não faltam. O município está estrategicamente localizado na região metropolitana de Salvador, com fácil acesso à infraestrutura da capital baiana, como portos, aeroporto e rodovias federais. Também conta com uma mão de obra qualificada e experiente em áreas tão específicas quanto química e petroquímica.

Na região, há diversas universidades e uma unidade do Senai Cimatec Park, voltada para pesquisa tecnológica, desenvolvimento de plantas-piloto e espaços para startups industriais.

As empresas que se instalam na cidade também contam com um forte programa de incentivo fiscal, licenciamento ambiental simplificado — realizado com a ajuda da prefeitura, o que reduz custo e tempo de implementação — e o mais importante: uma gestão pública aberta ao diálogo.

“Estamos dispostos a negociar com empresas de todos os setores e perfis. Todo mundo vai ter de recomeçar em breve, então vamos ajudar quem nos procurar”, afirma Antonio Elinaldo Araújo da Silva, prefeito de Camaçari.

Diversidade não falta no complexo industrial, que atende os setores petroquímico, automobilístico, celulose, metalurgia, têxtil, energia eólica, fármacos, bebidas e serviços, entre outros. Lá, estão presentes grupos de grande porte, como Bridgestone, Continental, O Boticário, Basf, Braskem, Unigel e Ford, além de indústrias-satélites desses setores e empresas de suporte, como as de logística. E os setores de comércio e serviço também são fortes na região.

Retomada

O município tem disponível espaço tanto para empresas que querem se instalar na região quanto para aquelas que estão lá e esperam crescer no curto prazo. São galpões e terrenos que já podem ser ocupados de imediato, todos com disponibilidade de energia e água.

“Muitos estão ociosos por causa da crise econômica dos últimos anos, agravada pela pandemia de covid-19. Mas acreditamos que, em poucos meses, vamos recuperar esses recursos e gerar mais empregos.”

A confiança é tanta na retomada da economia que a prefeitura lançou mão de uma campanha publicitária para mostrar que o município reúne requisitos e oportunidades para as empresas acelerarem seu crescimento.


NOTÍCIA DO DIA: FUNGOS GENETICAMENTE SIMILARES CAUSAM INFECÇÕES GRAVES EM DIFERENTES HOSPITAIS


Faz sentido. Um dos maiores complexos industriais integrados do Hemisfério Sul, possui o segundo maior produto interno bruto (PIB) municipal do estado, só perde para Salvador, estimado em R$ 15 bilhões anuais, cerca de 22 % do PIB da indústria de transformação da Bahia, segundo dados do Comitê de Fomento Industrial de Camaçari. Só sua contribuição em ICMS para o estado da Bahia é da ordem de 1 bilhão de reais por ano.

Hoje, o polo tem uma capacidade instalada acima de 12 milhões de toneladas por ano de produtos químicos e petroquímicos básicos, intermediários e finais, além de 240.000 toneladas por ano de cobre eletrolítico, no segmento de metalurgia do cobre, e de 250.000 veículos por ano, no segmento automotivo.

Polo sustentável

A Cetrel, principal gestora dos programas coletivos de proteção ao meio ambiente da cidade, opera nos mais variados campos da engenharia ambiental, com equipamentos modernos e avançada tecnologia. Ela coleta, trata e faz a disposição final dos efluentes líquidos e resíduos sólidos do polo, assim como incinera os resíduos perigosos. E, para garantir que esteja tudo dentro das regras, a gestora faz o monitoramento contínuo do ar, das águas subterrâneas e de superfície, rios e mar.

Na Estação Central de Tratamento da Cetrel são removidos mais de 90 % dos poluentes dos efluentes líquidos do polo. Após o tratamento, eles são conduzidos até o mar por meio do emissário submarino, em condições seguras e sem risco de agressão ao meio ambiente. Isso liberou os rios Capivara Pequeno e Jacuípe de atuarem como condutores dos efluentes até o mar, devolvendo-os à natureza totalmente recuperados.

“Os cuidados com o meio ambiente no polo se estendem à proteção da fauna e da flora em Camaçari e em outras localidades do país”, afirma o prefeito.

A preocupação com o meio ambiente tem motivo. A cidade é também um polo de turismo. Sua costa tem 42 quilômetros de belas praias, rios, dunas e manguezais que atraem turistas de todas as partes do mundo. Gente que encontra na região um lugar paradisíaco, mas com toda a infraestrutura hoteleira, condomínios de luxo, gastronomia, cultura e natureza exuberante.

“A costa de Camaçari é uma excelente opção para empreender, investir e morar”, finaliza o prefeito.

Fonte: Exame.


LEIA TAMBÉM: ECONOMIA VERDE GANHA ESPAÇO E COMEÇA A DECOLAR NO ESPÍRITO SANTO

LEIA TAMBÉM: SETOR HÍDRICO RESPONDE AO COVID-19