Notícias

Esgoto tratado traz qualidade de vida e valoriza imóveis

Publicado em 22/02/2016 às 11:50:35

                                                        miz18

Saneamento básico é fundamental para evitar a poluição, preservar a saúde das pessoas e o meio ambiente. Porém, conforme os últimos dados do SNIS 2013 (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento Básico), apenas 39% dos esgotos gerados pela população brasileira são tratados.

Ainda há muito a ser feito e pequenos ou grandes empreendimentos, privados ou de programas públicos, devem dar a devida importância a esse tema, até porque o ganho também pode ser patrimonial: imóveis em áreas com saneamento chegam a valer quase 14% mais do que outros em áreas sem o serviço – Fonte: Benefícios Econômicos da Expansão do Saneamento brasileiro – Instituto Trata Brasil / CEBDS, 2014.

Com mais de 1800 projetos instalados em todo o país, que tratam e possibilitam o reúso do efluente sanitário, a Mizumo vem contribuindo com o setor de saneamento básico, especialmente pela melhoria da qualidade de vida das pessoas e do ambiente no qual elas estão inseridas. Na visão da empresa – que integra o Grupo Jacto, com atuação em diversos setores industriais – o atendimento ao cliente tem de ir além da venda de uma ETE (Estação de Tratamento de Esgoto): a marca oferece uma proposta de valor que une tecnologia de ponta e serviços essenciais e resulta em garantia de eficiência e tranquilidade, principalmente nos aspectos técnicos e ambientais.

“Investir em saneamento resulta em um ciclo virtuoso, com a melhora do ambiente em geral, das condições de vida, redução da ocorrência de doenças, aumento da produtividade e da renda do trabalhador, valorização imobiliária e patrimonial, aquecimento dos mercados, entre outros”, observa Hélcio da Silveira, Diretor da Mizumo.

Mizumo
Telefone: (14) 3405.3000

www.mizumo.com.br

Informações para imprensa:

Via Pública Comunicação – www.viapublicacomunicacao.com.br


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *