NOTÍCIAS

Servidores do Ibama rejeitam nova proposta do governo e atividades de campo continuam paralisadas

Os servidores do Ibama, do ICMBio, do Serviço Florestal Brasileiro e do Ministério de Meio Ambiente rejeitaram de forma unânime a proposta do governo e vão continuar com as atividades de campo paralisadas. A sugestão de reestruturação da carreira foi apresentada pelo Ministério de Gestão e Inovação do Serviço Público (MGI) na terceira reunião com os funcionários. Uma nova reunião deve ser marcada na próxima semana, segundo os funcionários.

A mobilização nacional concentra as atividades nos escritórios e sedes. Com isso, atividades em campo como proteção, fiscalização, combate a crimes ambientais, licenciamento, pesquisa, emissão de autorizações para exportações e importações que dependem de equipes em campo não estão sendo executadas.

Para a associação dos funcionários do meio ambiente, a Ascema, a proposta do Ministério de Gestão e Inovação governamental “aumenta a disparidade salarial entre os cargos de nível superior, técnico e auxiliar, não atende à parametrização da carreira do meio ambiente com a Agência Nacional de Águas e ignora a necessidade de gratificações para a fixação de pessoal em áreas precárias e para compensar os riscos enfrentados em atividades laborais”.

De acordo com a associação, em comparação até fevereiro, a redução nos autos de Infração foi de 48%, caindo de 399 em 2023 para 207 em 2024. Em valor de multas aplicadas, a queda foi maior, indo de R$ 30.142.076 em 2023 para 6.034.871 em 2024, uma redução 80%.

Os Termos de Apreensão tiveram redução de 62%, caindo de 585 em 2023 para 220 em 2024. Os termos de destruição tiveram redução similar, de 63%, caindo de 109 para 40 entre 2023 e 2024.

Ibama

Somente na Amazônia, a redução nos Autos de Infração foi de aproximadamente 86,2%, de 933 em 2023 para 129 em 2024. Os termos de apreensão caíram de 364 em 2023 para 95 em 2024, uma redução de 74%, enquanto os termos de destruição no bioma tiveram redução de 73%, caindo de 83 para 22.

Diversas categorias pleiteiam reajustes do governo federal. Os funcionários do Banco Central, por exemplo, estão fazendo operação-padrão e uma das consequências é o atraso da divulgação do Boletim Focus, liberado tradicionalmente na segunda-feira. O presidente do BC, Roberto Campos Neto, chegou a dizer que a instituição está derretendo, por perder sete funcionários por dia para a iniciativa privada.

Fonte: O GLOBO


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: COM NOVO MODELO DE PRODUÇÃO, CERRADO PODE GERAR US$ 72 BI AO ANO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
Eliminação de odores a partir do SDOX

Eliminação de odores a partir do SDOX

O SDOX®, da ChartWater, tem uma ampla gama de aplicações em diversas indústrias e cenários. Desde o tratamento de efluentes industriais até o controle de odores, passando pela purificação de águas em rios, córregos e outras possibilidades vastas e promissoras.

Continuar lendo »
ALADYR pede ação imediata sobre mudança climática após desastre no Rio Grande do Sul

ALADYR pede ação imediata sobre mudança climática após desastre no Rio Grande do Sul

Diante do impacto das chuvas no Rio Grande do Sul, que afetaram centenas de milhares, a ALADYR pede aos governos e entidades privadas que acelerem a implementação de políticas de adaptação e mitigação do climática. A organização destaca a importância de atualizar a legislação, promover o reúso de água e adotar inovações como o modelo de “cidade esponja” para enfrentar efetivamente esses desafios iminentes

Continuar lendo »