NOTÍCIAS

Investimentos em saneamento básico trarão mais sustentabilidade para Barra do Sul/SC

Melhorias nas condições de saúde, conservação do ambiente, educação, turismo e desenvolvimento econômico são alguns dos benefícios que a implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário trará para Balneário Barra do Sul

SANEAMETO

Imagem ilustrativa

O investimento de R$ 46,7 milhões vai permitir a instalação de 29 quilômetros de redes, 3.091 ligações domiciliares e a construção de uma Estação de Tratamento de última geração.

“O tratamento de esgoto é um importante parâmetro de desenvolvimento de uma nação. Nesse sentido, é evidente que a falta de acesso ao saneamento básico predomina na população mais pobre. Os maiores índices de internação hospitalar e de afastamento de trabalhadores são dessa população, e isso gera impactos diretos na renda familiar e nos índices de desemprego”, define a bióloga Patrícia Cuadrado, responsável por uma ONG de preservação ambiental em Balneário Piçarras – cidade em que a Casan investiu outros R$ 55.721.742,50 em obras idênticas.

Em sua primeira etapa, o sistema de tratamento de Balneário Barra do Sul vai atender uma população de 17.543 moradores e veranistas, propiciando uma cobertura de 52% – que serão diretamente beneficiados.

“O saneamento básico também impacta a Educação e o Turismo, assim como gera empregos. O acesso ao saneamento evita o déficit escolar, aumentando a produtividade dos jovens e gerando melhores oportunidades para eles no futuro”, complementa Patrícia.

No Turismo, por exemplo – que é uma vertente intensa na pequena Balneário Barra do Sul – questões de balneabilidade, pesca artesanal e turismo náutico se potencializam, influenciando diretamente no crescimento e valorização imobiliária.

“Hoje, os investidores têm dado mais valor às cidades que têm essa preocupação sanitária. O saneamento valoriza a cidade, atraindo empresas da construção civil, gerando emprego e renda”, analisa o corretor de imóveis que atua com empreendimentos litorâneos, Márcio Garcia.


LEIA TAMBÉM: OPERADORES PRIVADOS DE SANEAMENTO BÁSICO PODEM ATENDER ATÉ 40% DA POPULAÇÃO ATÉ 2030


Mais qualidade de vida

A bióloga Patrícia pontua que

“ter saneamento básico é uma condição indispensável para uma cidade ser intitulada como desenvolvida. Os serviços de tratamento e abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto resultam em melhor qualidade de vida da população, especialmente”.

O médico clínico geral que atua com pacientes na região do Litoral Norte catarinense, Virlei Primo Junior, opina que

“a população ganha em qualidade de vida e evita doenças como dengue, leptospirose, diarreias causadas por parasitas, bactérias, dentre outras, que levam a sociedade a procurar com mais frequência os serviços de saúde, aumentar o número de internações hospitalares e gerar gastos ao município”.

Crescimento sustentável

Balneário Barra do Sul está localizada em um estratégico eixo, cercada por portos, aeroportos e populosos centros comerciais. O investimento no setor de saneamento vai influenciar diretamente no progresso e preservação dos recursos naturais.

“Lixo acumulado, esgoto a céu aberto e contaminação dos rios são alguns dos problemas que afetam gravemente não só a população, mas também o meio ambiente. O saneamento básico é essencial para garantir que as águas servidas retornem à natureza de forma adequada”, complementa a bióloga.

Fonte: Casan.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: MODERNO SISTEMA DE TRATAMENTO DE ESGOTO TRANSFORMA MAUÁ/SP EM REFERÊNCIA NA RMSP

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: PLATAFORMA APRESENTA QUALIDADE DA ÁGUA NA BACIA DO RIO DOS SINOS