CURSOS & EVENTOS

Ciclo Completo do Saneamento

Local 

O curso será transmitido ao vivo pela Internet ( plataforma Google Meet)

Data 

11 de novembro de 2021.

Inscrições 

Investimento: R$ 850,00

Curso do Ciclo Completo do Saneamento

Objetivo do curso – Percorrer juntos o Ciclo do Saneamento

O curso Ciclo Completo do Saneamento é uma oportunidade para o nivelamento de informações entre todos os colaboradores de uma concessionária sobre as várias etapas do processo, desde a captação da água bruta no manancial, tratamento, distribuição ao usuário, bem como a coleta e transporte do esgoto, tratamento, monitoramento e devolução ao corpo receptor. 

Fazendo o curso, você irá:

  • Compreender a importância da qualidade da água e da destinação final adequada do esgoto. 
  • Desenvolver o conhecimento sobre o funcionamento de todo o sistema de saneamento básico além de sua área específica de atuação, englobando o sistema de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, percorrendo o ciclo completo do saneamento. 
  • Saber responder as principais dúvidas do usuário final e promover o conhecimento sobre o saneamento básico. 

Público- Alvo

Este curso visa capacitar interessados em ingressar ou evoluir profissionalmente no mercado do saneamento, relembrando, aprofundando ou conhecendo os principais conceitos e desafios de cada área de atuação.

Por apresentar a visão global das ações de uma concessionária o curso atende tanto os colaboradores operacionais como os administrativos, assim como estudantes e analistas do setor ambiental. 

Instrutor

Programação 

  1. Importância da qualidade da água e da destinação final adequado do esgoto
  2. Visão global do Ciclo do Saneamento

2.1 Sistema de Abastecimento de Água 

2.1.1 Sistema de Produção de Água 

2.1.1.1 Captação 

Captação Subterrânea 

Tipos de Poços 

Dúvidas do usuário final  

Por que a água do meu poço não é boa e o dá operadora é? 

Instalação hidráulica e eletromecânica de captação subterrânea 

Captação Superficial/Poços 

2.1.1.2 Adução da Água Bruta 

Elevatórias de água bruta 

Adutoras de água bruta 

Eletromecânica 

2.1.1.3 Estação de Tratamento de Água 

Etapas do Tratamento Convencional 

Coagulação 

Floculação  

Decantação/Flotação 

Filtração  

Desinfecção 

Dúvidas do usuário final  

Por que água as vezes sai branca da torneira? É excesso de cloro? 

Por que é importante ter cloro na água distribuída? 

O cloro faz mal para a saúde? 

Fluoretação 

Correção final do pH 

Controle de Qualidade da Água 

Padrões de Potabilidade 

Dúvidas do usuário Final 

Posso beber água direto da torneira? 

2.1.2 Sistema de Distribuição de Água 

2.1.2.1 Adução da Água Tratada 

Elevatórias de Água Tratada 

Adutoras de Água Tratada 

Desafio da Manutenção em Adutoras de Água Tratada 

2.1.2.2 Reservação 

Importância  

Localização dos Reservatórios no Terreno 

Reservatórios de Montante e Jusante 

2.1.2.3 Rede de distribuição   

Configuração 

Rede Primária 

Rede Secundária 

Ligação Predial de água 

Tipos de Redes de Distribuição 

Perda de Carga na Rede de Distribuição      

Tipos de Materiais 

FoFo/PVC DEFoFo/PVC PBA/ PEAD 

Peças especiais: Registro de Manobra, VRP, Booster, Ventosa, Macromedidor 

Perda Real /Controle de Perdas Real 

CCO – Centro de Controle Operacional 

Conceitos Básicos de Hidráulica:  

Volume Vazão Pressão Vasos Comunicantes Velocidade Golpe de Aríete 

2.1.2.4 Ramais domiciliares /Ligações de água 

Ligação Predial de Água 

Cavaletes/ Caixas de Proteção 

Hidrômetros 

Tipos 

Entendendo o Hidrômetro 

Partes/ Identificação 

Vazões Permanente, mínima e de sobrecarga 

Perda Aparente: Definição e Causas 

Falhas Cadastro Comercial 

Fraudes em Hidrômetros 

Ligações Clandestinas 

Uso Ilegal 

Erro de Registro dos Hidrômetros SUBMEDIÇÃO 

Dúvidas do Usuário Final 

Por que a conta aumentou depois que o hidrômetro foi trocado? 

Mas por que precisa trocar o hidrômetro depois de um certo tempo de uso? 

O Ar pode fazer o hidrômetro girar? 

Esta quantidade de ar está aumentando a conta? 

Serviços Comerciais 

2.2 Sistema de Esgotamento Sanitário 

Esgoto Doméstico 

Características 

Poluição dos Corpos d´água/Autodepuração natural 

2.2.1 Coleta e Transporte do Esgoto 

Ligação de Esgoto 

Ligação de Esgoto X Ligação Pluvial 

Sistema Separador Absoluto 

Configuração Rede Coletora de Esgoto 

Ligação Predial 

Coletor de Esgoto 

Coletor Tronco 

Interceptor  

Emissário 

Materiais da Rede Coletora de Esgoto 

PVC Ocre Liso/ PVC Ocre Corrugado/PEAD Corrugado 

Órgão acessórios 

Estações Elevatórias de Esgotos 

Regime de Escoamento 

Problemas de Redes Coletoras de Esgoto 

Manutenção e Desobstrução de redes e ramais de esgotos 

Equipamentos de Desobstrução: Varetas Flexíveis, Hidrojateamento, Hidrojateamento+Vácuo 

Inspeção da Rede Coletora de Esgotos 

2.2.2 Estações de Tratamento de Esgoto 

Estação de Tratamento de Esgoto 

Tratamento Aeróbio e Anaeróbio 

Principais tipos de tratamento de Esgoto 

Lagoas Facultativas 

Lodos Ativados Convencional 

Lodos Ativados + Anóxico 

Lodos Ativados Aeração Prolongada 

Lodos Ativados Batelada 

MBBR 

MBR 

UASB 

Destino Final/ Legislação  

Dúvidas do Usuário 

Por que é melhor conectar a minha casa na rede de esgoto? 

Padrões de lançamento de Esgoto 

  1. Fechamento do Ciclo Completo do Saneamento
  2. Bate Papo Final com Participantes e Corpo Técnico do Hydrus

Realização

Portal-TA

hydrus-licitacao

Apoio:

penetron