Notícias

Governo encaminha ações emergenciais para solucionar problemas de abastecimento de água em Rio Branco/AC

O investimento será de mais de R$ 15 milhões, recursos próprios do Governo do Estado.

ete

Com o objetivo de viabilizar ações emergenciais para solucionar problemas de abastecimento de água em Rio Branco, o governador Gladson Cameli, garantiu nesta quarta-feira, 9, os recursos necessários para aquisição de novos equipamentos para o sistema de água da capital.

Em reunião com o diretor-presidente do Depasa, Luiz Felipe Aragão, e o secretário de Infraestrutura, Ítalo Medeiros, ficou acordado que a primeira providência será a aquisição de bomba reserva para o sistema de captação da estação de tratamento de água (ETA) 2,  “O governo é nosso, a responsabilidade é nossa, então vamos resolver”, destacou o governador Gladson Cameli.

No encontro, o presidente do Depasa informou que as tratativas para a aquisição do novo equipamento já foram iniciadas. “São equipamentos que não estão disponíveis para  pronta-entrega, mas fabricados conforme a necessidade de cada sistema. Já temos tudo pronto, e com licitação encaminhada para agilizar o processo. A demora será apenas para concluir a licitação e aguardar a entrega do equipamento pelo fabricante”.

O secretário Ítalo Medeiros ratificou a importância do investimentos para a garantia da continuidade do fornecimento de água tratada. “A principal bomba de captação não tem reserva”.

O novo equipamento evitará queda na produção, caso a bomba principal, que hoje compõe o sistema, apresente defeito. “É uma bomba que pode produzir até mil litros por segundo, mas hoje, com o motor-bomba em recuperação, produz apenas 800. Isso equivale ao suficiente para abastecer uma região como o Segundo Distrito, por exemplo”, destacou o diretor de Operações do Depasa, Luiz Anute.

A médio prazo, os recursos irão contemplar aquisição de equipamentos para laboratório e estações de tratamento de esgoto.


LEIA TAMBÉM: Setorização, modelo para controle de perdas e manter o pleno abastecimento de água


Esgotamento Sanitário

Ainda durante a reunião com os gestores do Depasa e Seinfra, Gladson Cameli reafirmou apoio institucional para locação de mais cinco caminhões “tatuzão”, que irão reforçar os serviços de manutenção da rede coletora de esgoto da capital.

A estrutura atual conta com três caminhões, dois em manutenção. O setor atende 200 solicitações  por mês, em média.

Fonte: Agência AC.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: MPF pede intervenção judicial na Vale para garantir segurança de barragens

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: Sanesul executa R$ 56 milhões em obras do sistema de abastecimento de água


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *