NOTÍCIAS

COPASA investirá quase R$ 47 milhões em redes de água e de esgoto em Patos de Minas/MG

Obras estavam previstas para 2027, mas foram antecipadas pela companhia

 

esgoto

Imagem Ilustrativa

 

A COPASA (Companhia de Saneamento de Minas Gerais) concedeu entrevista coletiva na manhã da quarta-feira (27) para falar sobre novas obras de infraestrutura e da taxa de tratamento de esgoto.

Os problemas recentes, como intermitência e falta d’água, principalmente em bairros mais altos, levou a COPASA a antecipar investimentos que seriam em 2027. No total serão cerca de R$ 46,7 milhões aplicados em Patos de Minas. Veja a seguir a relação de obras:

  • Ampliação do sistema de abastecimento de água. Haverá aumento da captação no Rio Paranaíba, criação e duplicação de adutoras (cerca de 9 km) e aumento da capacidade de bombeamento das elevatórias. O investimento previsto é de R$ 19 milhões em duas etapas. A licitação deve ser feita em fevereiro. Até o final do ano uma parte da obra será entregue, beneficiando sobretudo bairros da parte alta.
  • Estação de Tratamento de Resíduos do Tratamento de Água. Consiste em um processo de centrifugação do material resultante do tratamento (ex. barro). Depois de tratado, ele poderá ser depositado em aterro sanitário, sem prejuízo ao meio ambiente. Investimento de R$ 2,3 milhões, já licitada e com início previsto para março.
  • Ampliação da rede de coleta de esgoto. Criação de novas redes e interceptores (cerca de 13 km) e seis elevatórias, além da urbanização da Estação de Tratamento (ETE). Investimento de R$ 11 milhões, obras já em andamento.
  • Automação da rede de esgoto. Consiste na instalação de sensores para permitir que os operadores identifiquem problemas remotamente em uma sala de controle. Investimento de R$ 400 mil, com licitação prevista para fevereiro.
  • Construção do sistema para tratamento de esgoto em seis distritos de Patos de Minas: Bom Sucesso, Chumbo, Major Porto, Pilar, Pindaíbas e Santana de Patos. Investimento de R$ 14 milhões.

LEIA TAMBÉM: COPASA É MULTADA PELO ESTADO DE MG POR OPERAR REPRESA SEM LICENÇA


A previsão é que as obras durem de 12 a 14 meses. Cristiane Carneiro, superintendente da Unidade de Negócio Oeste (UNOE), pediu compreensão por parte da população. Durante as obras será necessário cortar o asfalto e o trânsito interrompido parcialmente ou totalmente. Neste casos, a COPASA poderá solicitar apoio da prefeitura para ajudar no controle do fluxo de veículos.

Desde o início das operações da COPASA em Patos de Minas, em 1973, foram investidos R$ 124 milhões. Além dos custos com estrutura, equipamentos e insumos, a companhia ainda paga 56 funcionários operacionais diretos, além do administrativo e serviços terceirizados.

Atualmente são cerca de 72 mil contas ativas em Patos de Minas, sendo que em 2020 foram cerca de 4200 novas ligações. Cerca de 6% dos consumidores fazem uso da chamada tarifa social e pagam uma conta  50% menor que a regular.

Taxa de Esgoto

Desde 15 de janeiro, os consumidores começaram a pagar 33% pela coleta e tratamento de esgoto. Anteriormente era 25%, apenas pela coleta. O reajuste foi de 8%.

A partir de julho a taxa salta para 67%. Em janeiro/2022 o percentual chegará a 100% em cima do valor gasto em água. Por exemplo, se a pessoa paga R$ 100,00 pela água, sua conta virá R$ 200,00 a partir do próximo ano. Esse percentual é regulamentado pela ARSAE (Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Agua e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais) e está previsto no contratado de concessão assinado junto a prefeitura.

Fonte: Patos Notícias.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: LAGOA É INTERDITADA APÓS MORTE DE PEIXES NA SERRA/ES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: SABESP FAZ PARADA PROGRAMADA PARA OBRAS DO NOVO RESERVATÓRIO EM TAUBATÉ/SP