NOTÍCIAS

Comunidade Quilombola é contemplada com Solução de Tratamento de Água da Funasa

O Serviço de Saúde Ambiental da Superintendência Estadual da Funasa no Tocantins (Suest/TO), com o apoio técnico da equipe da Superintendência da Funasa do Estado do Pará (Suest/PA), concluíram a implantação de Solução Alternativa Coletiva Simplificada de Tratamento de Água para Consumo Humano denominado Salta-Z, na Comunidade quilombola do Córrego Fundo I, localizado no Município de Brejinho de Nazaré/TO. A Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) vai colaborar no monitoramento da água e fornecimento de insumos, que beneficiará nove famílias.

A Salta-Z, é uma tecnologia tradicional com baixo custo de implantação capaz de realizar o tratamento do recurso hídrico em água superficial e subterrânea para o consumo humano, compatível com os padrões de potabilidade estabelecidos pela Portaria nº 2.914/11, do Ministério da Saúde.

Desenvolvida pelos técnicos de Saúde Ambiental da Suest/PA para atender reivindicações de comunidades ribeirinhas na aquisição de água potável de qualidade para o consumo humano, a alternativa faz utilização de filtros e dosadores artesanais.
Para os técnicos da Suest/PA, Eládio Braga e João Nunes, idealizadores do projeto, a proposta surgiu da necessidade de se apontar alternativa simplificada para o provimento de água com qualidade potável aos moradores da zona rural; item preconizado às diretrizes de universalização do saneamento básico (Lei nº 11.445/2007 Plansab – Plano Nacional de Saneamento Básico).
P

ara garantir a sustentabilidade dos serviços executados os técnicos da Funasa repassaram aos gestores, servidores e operador da Salta-z, as orientações técnicas e teóricas relacionadas ao controle da qualidade da água para o consumo humano. Além das ações de mobilização e educação em saúde ambiental com o propósito de sensibilizar a comunidade para a responsabilidade coletiva na conservação e manutenção da solução nas formas de armazenamento e manuseio correto da água. A ação contribui para a transformação de práticas saudáveis à promoção da saúde.

Os moradores da comunidade abraçaram a causa demonstrando satisfação com a instalação dos equipamentos, entre eles o Presidente da Associação Remanescente dos Pequenos Agricultores, José Lopes Sampaio, que abordou a importância da água tratada para a comunidade, principalmente para os mais velhos e crianças, que são os mais fracos e estão sujeitos as doenças. Agradeceu a Funasa pela iniciativa de levar benfeitorias as comunidades mais carentes.

A Superintendente Estadual Substituta, Selestina Delmundes Bezerra, presente no encerramento, destacou as ações da Funasa e sua satisfação em estar presente numa ação que parece simples, mas de grande relevância para a melhoria da saúde, por se tratar do tratamento da água em uma comunidade simples, mas participativa.

Fonte: www.funasa.gov.br