BIBLIOTECA

Desempenho de sistema de dupla filtração para clarificação de água

Resumo

 

Com a frequente dificuldade tanto por falta de disponibilidade de água quanto pela qualidade, novas tecnologias de tratamento objetivando garantir a qualidade da água no abastecimento e um melhor aproveitamento dos recursos hídricos tem sido alvo de pesquisa e desenvolvimento já alguns anos. A dupla filtração, caracterizada pelo uso de filtração direta ascendente como pré-tratamento para filtração descendente, pode ser ponderada como uma das mais promissoras tecnologias para tratamento de água. Este trabalho consistiu na avaliação do desempenho de uma instalação piloto de dupla filtração no tratamento de água superficial de moderada cor e baixa turbidez. A pesquisa foi realizada em duas fases: na primeira foram efetuados ensaios de caracterização da água bruta do manancial (lagoa do Jiqui, Parnamirim-RN) e ensaios de jar test para definição da dosagem ótima do oxidante (cloro gasoso). A dose do coagulante (hidroxicloreto de alumínio) foi fixado em 10 mg/L. Na segunda etapa iniciaram-se os testes no sistema piloto de dupla filtração, avaliando a eficiência na remoção dos parâmetros cor aparente e turbidez. A operação foi realizada durante um período de um mês, com duração diária de oito horas e com coleta em intervalos de duas horas, totalizando 145 amostras. As taxas de filtração adotadas foram de 144 m³/m².dia para o filtro ascendente de pedregulho e 257 m³/m².dia para os filtros descendente em areia. Em função dos resultados obtidos, foi observado que a pré-oxidação alcançou uma eficiência de remoção de 14%, melhorou a qualidade do efluente do sistema removendo cor aparente, porém, a eficiência global do piloto não foi satisfatória. A turbidez e cor aparente remanescentes estiveram acima dos valores máximos estabelecidos na Portaria de Consolidação N°5/2017 do Ministério da Saúde, em 92,3% e 40% das amostras realizadas, respectivamente.

 

Autores:  Oliveira, Louyse Dayane Silva.