BIBLIOTECA

Avaliação de métodos para determinação de cloro residual livre em águas de abastecimento público

Etapa de desinfecção no Tratamento de Água

A etapa de desinfecção no tratamento de água é de grande importância na garantia de água potável com qualidade sanitária. A cloração é o método mais utilizado nesse processo, em que propicia a inativação e/ou destruição dos microrganismos patogênicos.

Para medição do seu teor residual na água distribuída à população, o método DPD colorimétrico é o mais utilizado. Dessa forma, essa pesquisa objetivou avaliar o método utilizando dois aparelhos, visual e digital com DPD em duas formas, pó e pastilha.

Análises 

Análises dos parâmetros pH, turbidez, fluoreto e condutividade elétrica, coliformes totais e E. coli também foram realizadas com a finalidade de verificar uma correlação. Nessa pesquisa foram coletadas 40 amostras em residências distribuídas em 6 bairros de 3 diferentes regiões do município de Goiânia/GO. Verificou-se que os valores encontrados para o DPD em pó foram superiores a forma de pastilha e que os resultados do equipamento digital foram inferiores ao disco comparador. Foi encontrada influência da turbidez sobre os resultados de cloro residual livre bem como uma relação inversa entre o flúor e condutividade elétrica.

Autores: Samara Silva Soares, Poliana Nascimento Arruda; Germán Sanz Lobón Paulo Sérgio Scalize.
Fonte: uel.br

Arquivo completo: Avaliação de métodos para determinação de cloro residual livre em águas de abastecimento público