NOTÍCIAS

“SDI Pharma” UF da Veolia, produz água PW com baixo volume de rejeito

                                               logoveolia

Solução garante rejeito médio de 5% da água de entrada e a retenção de pirogênicos

                                                     205

Para oferecer mais uma opção de tecnologia de tratamento de água e atender as exigências de qualidade para a indústria, a Veolia Water Technologies fornece para o mercado brasileiro o sistema de purificação de água SDI Pharma UF, uma nova opção em produção de água PW (purified water), com baixo rejeito, controle microbiológico e retenção de pirogênicos. Esta solução otimiza custos, economiza energia e fornece água pura de qualidade constante, sem a necessidade de implantação de equipamentos próprios.

O SDI Pharma UF possui membranas de ultrafiltração, que garantem um rejeito médio de 5% da água de entrada, enquanto as tecnologias de Osmose Reversa têm, no mínimo, 30%. As membranas utilizadas no sistema são aprovadas pelo FDA, possuem carcaças transparentes que facilitam a visualização de contaminações e, por serem instaladas por triclamp, a substituição é rápida, sem a necessidade de exposição das tubulações e de sanitização dos vasos. Além disso, é uma membrana de UF que pode ser sanitizada quimicamente ou termicamente até 98°C e tem um corte molecular de 6.000 mwco, o que garante a retenção dos pirogênicos.

“O SDI Pharma UF foi desenvolvido no Brasil para atender a uma nova resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que passou a não permitir a utilização da troca iônica como único processo para produção de água PW. A otimização dos sistemas de SDIs convencionais foi fundamental para atender às novas exigências e aumentar o reconhecimento da excelência em nossas soluções de tratamento de água”, comenta Cynthia Rubio, supervisora de vendas da Veolia Water Technologies.

O Serviço de Deionização Integral (SDI) convencional da Veolia produz água desmineralizada e pode ser adaptada para diversos tipos de mercado, de acordo com suas necessidades. Os cilindros de tratamento são fornecidos em regime de locação e o acompanhamento da operação inclui reposição periódica das resinas. Os sistemas podem operar de 0,15 a 3,4m³/h.