Notícias

Sabesp realiza melhoria no sistema de abastecimento em Caraguatatuba/SP

A Sabesp informa que está programada para esta terça-feira (01/12), das 8h às 12h, uma manutenção no sistema de abastecimento de água Palmeiras-Norte, responsável pelo abastecimento de todos os bairros da região central de Caraguatatuba.

tubulacao-agua

O objetivo é instalar uma moderna válvula na entrada do reservatório, cuja capacidade de armazenamento é de milhões de litros de água. O novo sistema permitirá a operação remota do reservatório, possibilitando ao operador, que fica na estação de tratamento de água Porto Novo, abrir ou fechar o abastecimento sem a necessidade de estar presencialmente no local para a execução de manobras como a setorização do abastecimento em casos como manutenção/reparos em tubulações.

O reservatório Palmeiras-Norte é responsável pelo abastecimento dos bairros Caputera, Centro, Estrela D’Álva, Jardim Gaivotas, Indaiá, Jaraguazinho, Jardim Jaqueira, Poiares, Rio do Ouro e Tinga, totalizando 15,4 mil ligações.


LEIA TAMBÉM: Estudo da qualidade da água distribuída à população de Macapá/AP pelo sistema público de abastecimento


Uso da Água

Conforme explica o gerente operacional da Sabesp em Caraguatatuba, engenheiro Mario Augusto Ferraz do Amaral, não deve faltar água no período. “Faremos manobras em nossa rede de abastecimento e nesse período os bairros abastecidos pelo Palmeiras Norte receberão água de outro reservatório. Isso é possível graças à setorização do abastecimento, sistema que utilizamos justamente para possibilitar que o sistema, interligado, direcione a água para os bairros que precisam ser abastecidos durante alguma intervenção”, explicou.

Ainda assim recomenda-se o uso racional da água armazenada nas caixas-d’água das residências. Casos de emergência devem ser registrados na Central de Atendimento que funciona 24 horas pelo telefone 0800 055 0195 ou por meio do aplicativo Sabesp Mobile. A ligação é gratuita.

Fonte: Portal R3.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: O planejamento ajuda a prevenir a contaminação da água na indústria de mineração


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *