Notícias

Obra levará água ao Sertão de Pernambuco

Publicado em 21/11/2019 às 08:00:27

Resultado de licitação para construção de sistemas de abastecimento foi homologado. Com isso, complementos à transposição serão realizados e vão beneficiar 12 mil pessoas

obra-agua-sertao-pernambuco

Transposição do Rio São Francisco – Foto: Divulgação/Ministério da Integração Nacional

As águas do Programa de Integração do São Francisco (PISF) serão levadas para mais famílias de Pernambuco. O resultado da licitação para construção dos sistemas de abastecimento d’água foi homologado, terça-feira, pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário. As obras são complementares à transposição do Rio São Francisco e vão beneficiar 12 mil pessoas em 108 localidades do Sertão pernambucano. Com investimento de R$ 45 milhões do Governo Federal, as comunidades beneficiadas serão localizadas a até cinco quilômetros das margens dos canais Norte e Leste da transposição.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto, o programa irá implantar 42 sistemas simplificados de abastecimento para que a água chegue a assentamentos, comunidades rurais e quilombolas.

“A água será bombeada para ser retirada do canal da transposição. Depois ela sobe para uma caixa d’água para ser levada até a casa das pessoas”, explicou Peixoto. As localidades beneficiadas estarão localizadas nos municípios de Floresta, Cabrobó, Parnamirim, Verdejante, Betânia, Custódia, Salgueiro, Terra Nova, Mirandiba e Sertânia.


LEIA TAMBÉM: COMPESA AMPLIA ABASTECIMENTO DE SERTÂNIA/PE COM ÁGUA DO RIO SÃO FRANCISCO.


Ainda segundo Peixoto, essa é uma etapa que conclui parte importante do PISF. “Muitas comunidades que receberão a água só têm água em casa se for de carro-pipa. Agora, terão água encanada para um melhor desenvolvimento hídrico. E, além da implantação, o programa abrange também a operação, gestão e manutenção dos sistemas. Em um segundo momento, será definido o modelo de gestão desses sistemas”, disse o secretário.

Duas empresas ganharam a licitação: uma irá realizar as obras de implantação do sistema no canal Norte e a outra, no canal Leste.

“Já notificamos o Ministério do Desenvolvimento Regional sobre a homologação do edital de licitação. Agora, estamos aguardando o retorno deles para assinar a ordem de serviço. A expectativa é que seja assinada até o fim deste mês”, disse Peixoto, ao complementar o calendário das obras.

“A ideia é que, se a ordem for assinada em novembro, as obras já iniciem em dezembro. O ministério deu o prazo de até dois anos para toda a implantação ser concluída”, acrescentou. Realizadas pelo Governo do Estado, as obras irão ser supervisionadas pelo ministério.

Fonte: Folha PE.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *