NOTÍCIAS

Governo de SP anuncia 530 mil ligações de esgoto na bacia do Pinheiros

Estimado em R$ 1,5 bi, projeto visa devolver o rio limpo à população

 

lixo-rio-pinheiros-aumentou

 

Até 2022, o governo do estado de São Paulo construirá a infraestrutura para a coleta e tratamento de esgoto em mais de 530 mil imóveis de comunidades informais instaladas nas proximidades do Rio Pinheiros, na capital paulista. A previsão é do secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido

Segundo a pasta, por se tratar de comunidades instaladas em áreas irregulares, o tratamento do esgoto será feito por pequenas estações, chamadas de unidades de recuperação da qualidade da água, nos próprios córregos por onde o esgoto chegaria ao Rio Pinheiros.


LEIA TAMBÉM: PROGRAMA: NOVO RIO PINHEIROS


Miniestações de tratamento

“Teremos todas as comunidades em áreas informais dessa bacia tratadas dentro de uma lógica que é do tratamento no afluente, no próprio corpo, nas miniestações de tratamento“, explicou Penido, ao participar hoje (26) do evento Brazil Water Week. De acordo com o secretário, o esgoto dessas comunidades, em que não é possível “ir na porta”, por questões legais da informalidade, será tratado no próprio afluente.

O projeto Novo Rio Pinheiros prevê intervenções em áreas de todas as sub-bacias dos grandes afluentes do rio, onde vivem cerca de 3,3 milhões de pessoas.

Estimado em R$ 1,5 bilhão, o pacote de obras tem o objetivo de devolver o Rio Pinheiros limpo para a população até 2022.

Fonte: Agência Brasil.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: BRASIL PROPÕE PLANO DE TRABALHO PARA ATRAIR INVESTIMENTOS DE EMPRESAS PORTUGUESAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: ANÁLISE EM ÁGUAS DA BARRA DA TIJUCA/RJ ENCONTRA ‘GRANDE PRESENÇA’ DE TOXINAS QUE OFERECEM RISCO A BANHISTAS