BIBLIOTECA

Quantificação da vulnerabilidade natural à contaminação das águas subterrâneas da sub-bacia hidrográfica Jacaré-Pepira/SP

Resumo: As águas subterrâneas representam aproximadamente 98% da água doce disponível e adequada ao consumo humano. Não obstante este seja um recurso de difícil acesso e relativa proteção natural, diversas atividades antrópicas apresentam potencial de contaminação de aquíferos suscetíveis. A vulnerabilidade das águas subterrâ- neas é uma propriedade intrínseca do meio físico e representa a facilidade ou dificuldade de um contaminante hipotético migrar verticalmente da superfície do terreno ao aquífero. O objetivo deste trabalho foi aplicar o método DRASTIC para quantificação da vulnerabilidade intrínseca das águas subterrâneas armazenadas nos aquíferos livres presentes na Sub-Bacia Hidrográfica Jacaré-Pepira (componente da UGHRI-13). Para o método DRASTIC Padrão foi encontrada vulnerabilidade 48,96% Moderada, 44,14% Baixa e 6,90% Alta (não ocorrendo Vulnerabilidade Muito Alta). Para DRASTIC Pesticidas, obteve-se vulnerabilidade 53,54% Moderada, 37,27% Alta, 4,72% Muito Alta e 4,47% Baixa. Considerando-se os custos e tempo necessários para remediação de aquíferos, propõese a utilização do mapeamento da vulnerabilidade intrínseca do meio físico em avaliações preliminares frente a instalação de novos empreendimentos.

Autores: Douglas da Silva Tanajura e Cláudio Benedito Batista Leite.

Leia o estudo completo: Quantificação da vulnerabilidade natural à contaminação das águas subterrâneas da sub-bacia hidrográfica Jacaré-Pepira/SP