BIBLIOTECA

MODELO PARA A DETERMINAÇÃO DA AFLUÊNCIA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS AO SISTEMA DE DRENAGEM URBANA: Estudo de caso em Belo Horizonte (MG)

Resumo: Os aglomerados urbanos são grandes geradores de resíduos sólidos, que refletem as condições sanitárias e funcionais das cidades, implicando na necessidade de esforços e de recursos financeiros significativos para sua adequada gestão. A deficiência no gerenciamento dos resíduos sólidos urbanos pode impactar negativamente as estruturas hidráulicas de condução de águas pluviais, o que frequentemente acarreta uma redução da capacidade de vazão das estruturas. A presente pesquisa teve como objetivo propor um modelo para estimar a quantidade de resíduos sólidos que afluem ao sistema de drenagem pluvial em bacias hidrográficas inseridas em áreas urbanas. O modelo desenvolvido baseou-se nas metodologias de predição que levam em conta as características regionais e locais, incluindo área da bacia, densidade demográfica, o fator de geração de resíduos sólidos entre outros aspectos. Ele estrutura-se em duas análises, serviços de coleta de resíduos sólidos domiciliares e ao serviço de varrição de ruas presentes na área de estudo, que correspondeu à bacia elementar Engenho Nogueira localizada na cidade de Belo Horizonte/MG. A análise dos serviços de limpeza foi conformada por três etapas, denominadas consecutivamente, entrada de dados (etapa1), quantificação dos resíduos gerados na área de estudo (etapa 2) e avaliação dos impactos potenciais na drenagem (etapa 3). O modelo proposto demonstrou ser de fácil utilização, primeiramente em função das variáveis requeridas como dados de entrada, também, pela simplicidade de aplicação, que independe da utilização de softwares sofisticados, podendo ser aplicada com auxílio de uma planilha eletrônica. A aplicação do modelo em termos da avaliação da geração de resíduos de coleta mostrou-se satisfatória, demonstrando um comportamento que acompanha com proximidade os dados reais. Em relação à varrição, os resultados alcançados mostraram um bom ajuste em comparação aos dados de quantificação dos resíduos totais de varrição gerados na área de estudo de acordo as informações oficiais. Considerando que o modelo não incluiu dados relativos à precipitação, declividade das ruas e a dinâmica de transporte dos resíduos, os resultados alcançados mediante informações secundárias mostraram-se favoráveis à predição dos resíduos sólidos aportados às estruturas de drenagem, em áreas sem atendimento do serviço de coleta e de varrição.

Autora: Astrid Carolina Bustos Valencia.

Leia o estudo completo: MODELO PARA A DETERMINAÇÃO DA AFLUÊNCIA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS AO SISTEMA DE DRENAGEM URBANA- Estudo de caso em Belo Horizonte (MG)