BIBLIOTECA

Aplicação da modelagem hidráulica para melhoria de desempenho da rede coletora de esgoto

Resumo

A modelagem hidráulica permite rapidez na obtenção dos dados necessários à elaboração de projetos, além de servir como componente do banco de dados espacial a ser utilizado pela empresa. Neste trabalho realizou-se uma avaliação da capacidade de gerenciamento de projetos de rede coletora de esgoto em software de modelagem hidráulica. Permitindo a integração das informações do dimensionamento do coletor de esgotos ao SIG (Sistema de Informações Geográficas), possibilitando sua análise num contexto de múltiplos critérios.
O sistema de modelagem de rede, visa facilitar e agilizar a tomada de decisões com foco na redução de despesas e melhor desempenho em seus resultados.
Os principais fatores relacionados ao desempenho são a eficiência operacional, redução de custos, melhor operabilidade e aumento na satisfação dos clientes atendidos.
Diante destas premissas, foram desenvolvidas ações integradas pela área operacional, setor de engenharia e área comercial da unidade, com o foco na integração das áreas e processos, redução de custos e planejamento adequado dos investimentos e intervenções.
O estudo apresentado busca trazer, além da importância da integração entre os processos, a relevância da utilização de ferramentas avançadas e novas tecnologias, como a modelagem hidráulica e medidores de alta precisão, de modo a garantir o desempenho favorável esperado com ações estruturadas, planejadas e abrangentes, reduzindo a carga empírica das soluções empregadas atualmente.

Introdução

A modelagem hidráulica de sistemas de coleta e transporte de esgotos sanitários tem sido amplamente
utilizada, principalmente devido à facilidade e rapidez no cálculo, propiciadas pelo desenvolvimento da
informática, tanto no que diz respeito ao hardware como também ao software . Os softwares de modelagem hidráulica apresentam, em sua maioria, operação simples e intuitiva. Estes s ão uma simplificação dos sistemas de rede de esgoto, permitindo as decisões no processo são baseadas em critérios definidos pelo usuário, como a variação máxima no diâmetro do tubo, nas declividades mínimas e máximas do tubo, níveis de entrada, saída e sentido do fluxo.

Os resultados das simulações são apresentados em tabelas customizáveis onde os dados a serem visualizados podem ser definidos pelo usuário e graficamente, onde se pode acompanhar dinamicamente, em tela, as características hidráulicas do projeto em elaboração.

O SewerGEMS é um sistema computacional para projeto e acompanhamento de redes urbanas de esgotamento sanitário, de acordo com os padrões das normas brasileiras. Desenvolvido pela empresa Bentley, o software incorpora todas as ferramentas de traçado e desenho. A interface de trabalho é semelhante àquela dos aplicativos de CAD. Seu sistema gera automaticamente os desenhos de engenharia necessários para o desenvolvimento dos projetos executivos e mapas temáticos que possibilitam a melhor visualização das situações em nossa rede coletora.

A modelagem requer alta qualidade de dados planialtimétricos e cadastrais para produzir resultados acurados, tanto nas fases de projeto, implantação/execução e operação dos sistemas de esgotamento sanitário. Neste sentido, a utilização de um Sistema de Informação Geográfica – SIG torna o trabalho mais eficiente, proporcionando uma análise de múltiplos critérios de maneira especializada. A aplicação da tecnologia de informação no gerenciamento de projetos é uma ferramenta efetiva para otimização do gerenciamento dos sistemas de engenharia que necessitam utilizar toda a informação disponível em mapas, tabelas, relatórios e outros meios de armazenamento. A associação do SIG à modelagem hidráulica pode permitir rapidez na obtenção dos dados necessários à elaboração de projetos, além servir como componente do banco de dados espacial a ser utilizado pela empresa.

Autores: Adenizia Mezini; Paulo Sérgio Macedo Ferreira; Sueli Fátima Kogawa de Olveira; e Osqaldo Lopes Manzaro.