BIBLIOTECA

Caracterização de lodo de esgoto dragado de lagoas de tratamento de efluentes em Joinville/SC e alternativas de disposição final

Resumo

A dragagem é uma técnica amplamente utilizada em diversas atividades que necessitam remobilizar sedimentos das mais diferentes origens. Os principais impactos ambientais da operação são com relação à disposição final dos sedimentos. Estes necessitam disposição final ambientalmente adequada para evitar que, sem tratamento, gerem contaminações. O estudo sobre a disposição dos sedimentos dragados de lagoas anaeróbias (lodo de esgoto) tem importância estratégica quanto ao reaproveitamento desta classe de resíduos sólidos. O lodo de esgoto constitui um grave problema ambiental atual devido à grande produção, fruto das atividades antrópicas, além de poder, concentrar substâncias como metais pesados e organismos patogênicos, possui macro e micronutrientes com potencial de fertilização. A metodologia da pesquisa baseia-se na caracterização físico-química e microbiológica do lodo de esgoto desaguado em unidades “geobags” proveniente de quatro lagoas anaeróbias da estação de tratamento de esgoto. A caracterização do lodo de esgoto demonstrou que todas as variáveis se apresentaram nos parâmetros preconizados pela legislação vigente, classificando-o como Classe A. Isto demonstra a possibilitando de disposição e reaproveitamento deste material, de forma ambientalmente adequada. O biossólido apresentou grande potencial de uso como insumo agrícola, respeitando as características das culturas. Neste sentido, como benefício, haverá redução da emissão de gases promotores de efeito estufa no sentido de transporte, disposição e decomposição da matéria orgânica, com incremento de aumento na produtividade das plantas, potencializando o resgate de Carbono atmosférico.
Autora: GISELY DE SÁ RIBAS.
leia-integra