NOTÍCIAS

Tratamento descentralizado de efluentes adotado por canteiro de obras em campo petrolífero

O Aspiral™ pode preencher o espaço deixado em acampamentos temporários após o auge do fracking, muitos com tratamento inadequado ou inexistente de resíduos

fluence

O boom do petróleo na Bacia do Permiano atraiu milhares de trabalhadores, que frequentemente vivem em acampamentos sem tratamento adequado de efluentes. O tratamento descentralizado de efluentes com Aspiral™ da Fluence pode mudar isso.

O auge do fracking de petróleo energizou a economia em partes dos Estados Unidos, mas o afluxo resultante de trabalhadores nas áreas de exploração de xisto enfatizou o suprimento local de moradias, bem como a infraestrutura de água e saneamento em algumas comunidades. Muitos trabalhadores acabam morando em trailers ou nos alojamentos de pessoal da obra.

Essa moradia temporária para a mão de obra já percorreu um longo caminho. No século 19, trabalhadores da construção civil e mineiros costumavam ficar em “moradias de laterais suaves“, um termo chique para tendas/barracas. Mais tarde,  cabanas de madeira sem comodidades foram transportadas de um local de trabalho para outro.

Nas profundezas da Grande Depressão, trabalhadores desesperados frequentemente viviam em caixas de papelão nas favelas próximas aos locais de trabalho.

Alojamentos para trabalhadores

Durante o primeiro boom do petróleo na Bacia do Permiano, as empresas começaram a construir lares e alojamentos para funcionários. Mas os primeiros alojamentos modernos, que surgiram para aqueles que trabalhavam no xisto de Bakken, na Dakota do Norte, rapidamente desenvolveram uma reputação no oeste selvagem.

Com base em experiências anteriores, os alojamentos dos trabalhadores de campos de petróleo na Bacia do Permiano proporcionam segurança, refeições cozidas, serviço de lavanderia e quadras de basquete. Alguns até oferecem luxos como piscinas.


LEIA TAMBÉM: PARLAMENTO EUROPEU APROVA O AUMENTO DO REÚSO DE EFLUENTES.


Mas estas moradias ainda têm seus desafios. Muitos, inclusive em Carlsbad, Novo México, têm dificuldade em gerenciar com segurança seus efluentes. Agora, eles enfrentam uma aplicação intensificada do código do Departamento de Meio Ambiente do Novo México (NMED), mas, juntamente com a aplicação, o NMED também está promovendo “soluções econômicas inovadoras”. James Kenney, do NMED, explicou: “Proteger a saúde pública e promover o crescimento econômico não são mutuamente exclusivos”.

Tratamento Descentralizado de Efluentes

Em regiões geralmente áridas, como a Bacia do Permiano, onde o abastecimento e o tratamento de água podem apresentar dificuldades, faz sentido aproveitar ao máximo cada gota de água reutilizando-a. Um operador, a MEC Services, acaba de encomendar uma nova planta de tratamento de efluentes compacto inteligente Fluence Aspiral™ para transformar as águas residuais do alojamento em efluentes seguros e de alta qualidade para controle de poeira.

Esse é apenas um dos possíveis usos do efluente Aspiral. Ele pode ser usado para irrigação agrícola, descarga de vasos sanitários ou praticamente qualquer outra aplicação não potável e está em conformidade com os padrões do Título 22 da Califórnia e Classe 1A da China.

A descentralização é o tratamento de efluentes ou de água localizado diretamente no ponto de abastecimento, demanda ou, idealmente, ambos. As vantagens do tratamento descentralizado de efluentes em lares remotos para a força de trabalho são muitas. Por exemplo, o custo de canalização de efluentes para plantas distantes e centralizadas pode ser proibitivo. E quando os acampamentos surgem rapidamente em torno das comunidades existentes, pode haver infraestrutura inadequada para lidar com um pico.

As unidades compactas inteligentes Aspiral são projetadas e construídas para oferecer todos os benefícios da descentralização em um pacote pequeno, portátil e com baixo consumo de energia. O Aspiral usa a tecnologia de Reator de Biofilme por Membrana Aerada (MABR) para reduzir o uso de energia a ponto de poder operar com fontes alternativas de energia fora da rede. As unidades são fáceis de transportar e é necessária pouca construção civil ou preparação do local. A capacidade de tratamento pode ser aumentada ou diminuída ajustando o número de unidades e, quando não for mais necessário, os contêineres podem ser transferidos para outro local ou até mesmo vendidos.

A representante do estado do Novo México, Cathrynn Brown, cujo distrito inclui Carlsbad, disse o seguinte:

A tecnologia da Fluence Corporation é emblemática na solução de problemas e inovação que vemos acontecendo em muitas áreas do sudeste do Novo México. Esta é uma situação em que todos os envolvidos ganham.

Entre em contato com a Fluence para discutir como o tratamento descentralizado de efluentes pode funcionar nas casas dos seus trabalhadores.