Notícias

SP apresenta ao Consórcio ABC estrutura dos grupos de fiscalização de áreas de mananciais

Publicado em 03/05/2021 às 10:33:19

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC recebeu uma apresentação sobre os Grupos de Fiscalização Integrada (GFIs), criados pelo Governo do Estado para as Áreas de Proteção e Recuperação de Mananciais (APRM)

 

mananciais-saneamento

Imagem Ilustrativa

 

O instrumento de preservação foi tema de reunião do Grupo de Trabalho (GT) Meio Ambiente da entidade regional, realizada por meio de videoconferência.

O objetivo dos GFIs é incrementar as ações de proteção nas áreas de mananciais, responsáveis pela produção e conservação de água para o abastecimento humano, explicou Eliane Israelian, da Coordenadoria de Fiscalização e Biodiversidade da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente (Sima).

O Governo do Estado definiu quatro GFIs na Região Metropolitana de São Paulo: Alto Juquery​, Guarapiranga Sudoeste​, Alto Tietê Cabeceiras​ (com participação de Ribeirão Pires) e Billings (com participação de Santo André​, São Bernardo do Campo​, Diadema​, Ribeirão Pires​ e Rio Grande da Serra). A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e Polícia Ambiental estão na composição de todos os grupos.


LEIA TAMBÉM: PRESERVAÇÃO DE MANANCIAIS DEVE SER PRIORIDADE PARA SANEAMENTO EM SP


Sistema de proteção ambiental integrada

As atividades realizadas​ incluem reuniões entre o governo estadual e os municípios e ações de fiscalização integradas, além de perspectivas como o fomento ao desenvolvimento de projetos e o desenvolvimento de um sistema de proteção ambiental integrada.

O presidente do Consórcio ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra, afirmou que o instrumento de preservação está sendo estruturado a partir da união de esforços dos órgãos estaduais e municipais, com o objetivo de reforçar as ações de proteção nas áreas responsáveis pela produção e conservação de água do abastecimento humano.

“Os mananciais representam mais da metade da área do Grande ABC, por isso a preservação desse bem natural da nossa região é primordial. A atuação integrada entre os órgãos estaduais e municipais está sendo articulada para otimizar os esforços de fiscalização”, disse Paulo Serra.

Fonte: Viva ABC.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: PARA GARANTIR QUALIDADE DA ÁGUA, DAE JUNDIAÍ/SP COLETA AMOSTRAS NA CIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: PRESERVAÇÃO DE MANANCIAIS DEVE SER PRIORIDADE PARA SANEAMENTO EM SP


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *