Notícias

Sanepar e Petrobras assinam convênio que vai levar mais água à Barragem do Passaúna no PR

Publicado em 05/05/2021 às 10:18:34

A operação faz parte da segunda fase de ações da Sanepar para mitigar os efeitos da crise hídrica em Curitiba e Região. Medida vai contribuir com mais 200 litros por segundo. Esse volume de água permite abastecer cerca de 75 mil pessoas

 

barragem

Imagem Ilustrativa

 

Dirigentes da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) assinaram na segunda-feira (3) um convênio para uso da água da Barragem do Rio Verde para abastecimento público. Por esse convênio, a Sanepar poderá retirar 200 litros por segundo da barragem, que pertence à Repar, e fazer a transposição até a Barragem do Passaúna.

A operação faz parte da segunda fase de ações da Sanepar para mitigar os efeitos da crise hídrica. Esse volume de água permite abastecer cerca de 75 mil pessoas.

A Sanepar vai implantar uma adutora de 2,45 quilômetros de extensão a partir de uma derivação do duto que leva água da Barragem do Rio Verde, localizada em Campo Largo, até a Repar, em Araucária. A água será lançada diretamente na Barragem do Passaúna.


LEIA TAMBÉM: POR QUE SE SABE TÃO POUCO SOBRE A PRESENÇA DE PFAS NA ÁGUA POTÁVEL DO REINO UNIDO?


Parceria com o Paraná

“O presidente da Petrobras, general Joaquim Silva e Luna, tem sido um grande parceiro do Paraná desde a época em que estava à frente de Itaipu. Temos certeza de que, agora na Petrobras, essa parceria tende a se ampliar. Uma clara demonstração disso é o pronto atendimento a esse pedido tão importante para os paranaenses e, principalmente, para os moradores da Região Metropolitana de Curitiba”, disse o diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile.

“Estamos inseridos nessa comunidade e a Petrobras fica feliz em poder ajudar e contribuir com o Estado”, disse o gerente-geral da Repar, Felipe Leonardo Gomes.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: STARTUP CATARINENSE DESENVOLVE TECNOLOGIA COM POTENCIAL DE INCREMENTAR SIGNIFICATIVAMENTE GERAÇÃO DE BIOGÁS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: MPF OBTÉM DECISÃO QUE OBRIGA CAEMA A INTERROMPER LANÇAMENTO DE ESGOTO NÃO TRATADO NOS RIOS E PRAIAS DE SÃO LUÍS/MA


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *