Notícias

Sabesp assina contrato para construção de usinas

Publicado em 04/02/2020 às 12:08:16

Estatal também vai inaugurar um sistema de secagem de lodo em Presidente Prudente

sabesp

A Sabesp assina nesta terça (04/02) os contratos para construir três usinas fotovoltaicas que vão fornecer energia para as estações de tratamento de esgoto em Presidente Prudente, Paraguaçu Paulista e Euclides da Cunha Paulista.

A estatal também vai inaugurar um sistema de secagem de lodo na estação de Presidente Prudente, que usa energia térmica e solar. O investimento é de R$ 19,8 milhões, segundo a Sabesp.

O governo de João Doria (PSDB) também tem um plano de privatizações, concessões e PPPs, que, segundo o tucano, poderá atrair até R$ 37,6 bilhões em investimentos para o estado.


LEIA TAMBÉM: AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS DE BOMBEAMENTO DE ÁGUA DA SABESP.


Privatização

A privatização da Sabesp, companhia de saneamento que atende hoje 371 dos 645 municípios paulistas, é uma das que estão na pauta, segundo o vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM).

A Sabesp está no grupo das estatais que são ativos valiosos, podem ser vendidos porque despertam interesse do mercado. As empresas que não fazem mais sentido têm sido fechadas, diz Garcia.

Doria fechará até o fim deste ano a Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo, a Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano e a Companhia de Obras e Serviços.

O governo estadual detém hoje 50,26% das ações da Sabesp, que tem capital aberto. A gestão Doria avalia fazer uma capitalização ou a privatização da empresa.

Tudo depende do novo marco regulatório do saneamento. Se o texto da lei proposta pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) e aprovada pelo Senado em junho for mantido, o estado deverá manter participação na companhia. O texto está na Câmara.

Fonte: Folha de São Paulo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *