Notícias

Roche lança kits para detecção do novo coronavírus

Publicado em 06/02/2020 às 09:19:14
Categoria(s): Outros,
Tags: Coronavírus, OMS, Roche,

Ensaios moleculares por técnica de qPCR (reação em cadeia da polimerase em tempo real) serão dedicados à pesquisadores e laboratórios e possibilitarão a detecção rápida do novo subtipo do vírus originária da cidade de Wuhan, na China

corona-virus

Compostos por reagentes específicos para a detecção do subtipo chinês, os kits LightMix® Modular da Roche trazem qualidade e confiança, dando autonomia aos laboratórios para a realização de testes moleculares

Focada em colaborar com pesquisadores e laboratórios para agilizar a identificação de pacientes infectados com o novo coronavírus, a Roche acaba de lançar no Brasil kits prontos para detecção rápida do coronavírus chinês. O LightMix® Modular é uma solução molecular RUO (research use only) pronta para uso, dedicada a pesquisadores e laboratórios, que permite a rápida detecção de vírus por qPCR (reação em cadeia da polimerase em tempo real).

Compostos por reagentes específicos para a detecção do subtipo chinês, os kits LightMix® Modular da Roche trazem qualidade e confiança, dando autonomia aos laboratórios para a realização de testes moleculares. Dadas as sequências limitadas de vírus disponíveis, três ensaios são usados para detectar o coronavírus 2019-CoV (gene E,RdRp e gene N), em linha com a recomendação da Organização Mundial da Saúde1. Com o lançamento, a Roche reforça seu compromisso com a inovação constante e dá o primeiro passo para ampliar o acesso de pesquisadores e laboratórios às soluções de ponta, que permitem agilizar a identificação e melhorar a gestão das pessoas infectadas.


LEIA TAMBÉM: CORONAVÍRUS: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SOBRE A NOVA INFECÇÃO.


Número de mortes

Nomeado oficialmente de 2019-nCoV, o novo vírus identificado na China causa infecções respiratórios em seres humanos e em animais, com sintomas clínicos similares aos de uma gripe, provocando febre, tosse e dificuldade para respirar. O número de mortes chegou a 170 e mais de 7 mil pessoas já foram infectadas¹. Na segunda-feira (27/01), a Organização Mundial da Saúde (OMS) passou a classificar como “elevado” o risco internacional de contaminação pelo novo coronavírus.

Além dos ensaios de qPCR, a Roche possui um painel de sequenciamento de nova geração (NGS), o VirCapSeq, que permite analisar e classificar com precisão e segurança 207 vírus, entre eles adenovírus (febre hemorrágica) e coronavírus.

Fonte: LabNetwork.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *