Notícias

Ouro Preto/MG receberá aporte em saneamento

Publicado em 02/10/2019 às 09:56:51

Minas Gerais está no foco da GS Inima Brasil, empresa paulista especializada em tratamento de água e esgoto.

ouro-preto-mg-aporte-saneamento

De acordo com o CEO da GS, Paulo Roberto de Oliveira, expectativa é de que as primeiras ações já comecem neste ano – Crédito: Divulgação

 A companhia acaba de assumir duas operações no Estado, sendo uma delas o serviço de água e esgoto de Ouro Preto, na região Central. A empresa lidera o consórcio vencedor da licitação promovido pela prefeitura e vai investir R$ 160 milhões no município nos próximos 30 anos. A GS Inima Brasil também assumiu uma operação de tratamento de água e efluente industrial na Vallourec, em Jeceaba, na mesma região do Estado.

A operação do serviço de saneamento básico em Ouro Preto será realizada por meio de um consórcio, que inclui a GS Inima Brasil e as empresas mineiras MIP e EPC. De acordo com o CEO da GS Inima Brasil, Paulo Roberto de Oliveira, a expectativa é de que as primeiras ações já comecem neste ano. As empresas assumem com o compromisso de universalizar os serviços de água e implementar o tratamento de esgoto no município.

“Até então, o serviço de saneamento era realizado pelo próprio município. Mas a situação da cidade não era boa: hoje não há nenhum tipo de tratamento de esgoto, a população sofre com falta de água em época de estiagem e o município não tinha dinheiro para investir, então o prefeito entendeu que precisava terceirizar”, explica.

O Problema 

Com mais de 70 mil habitantes e 12 distritos, além da sede, Ouro Preto atende, hoje, 88% da população com serviços de água potável. Além disso, apenas 64% dos moradores têm coleta de esgoto e o restante da população ainda usa o sistema de fossa. Atualmente, todo o esgoto coletado é despejado em rios e córregos sem tratamento. A cidade também sofre uma perda de 50% da água tratada.

“Outro problema sério em Ouro Preto é que não há medição do consumo de água. As casas e demais estabelecimentos não têm hidrômetros, então todos pagam uma mesma taxa de água, independente se é residência, comércio ou indústria”, afirma.

LEIA TAMBÉM: FISCALIZAÇÃO DE COBRANÇA DE TARIFA DE ESGOTO DE LAGOA FORMOSA/MG

Para resolver todos esses problemas, o consórcio vai investir R$ 160 milhões nos serviços de água e esgoto nos próximos 30 anos. Uma das primeiras obras a serem realizadas será a construção da Estação de Tratamento de Esgoto Osso de Boi, que vai atender a sede do município. Outras estações também estão previstas para os distritos no entorno da cidade.

A meta de universalização

Além disso, a empresa tem como meta a universalização dos serviços de água em cinco anos; a redução do volume de perdas de água a 30% em 180 meses, a ampliação da coleta de esgoto para 90% em 15 anos e o tratamento de todo o esgoto coletado em 60 meses. Já a colocação de hidrômetros deverá atingir 90% das residências a partir do 24º mês do contrato, de acordo com o edital de licitação.

A GS Inima Brasil também é a nova responsável pela operação de tratamento de água e efluente industrial na Vallourec, em Jeceaba, na região Central do Estado. O contrato faz parte dos ativos da BRK Ambiental, que foi comprada pela GS Inima Brasil.

A compra faz parte da estratégia de crescimento e diversificação da empresa no mercado de saneamento. Com essa aquisição, a companhia passa a ser também referência no setor de tratamento de água e efluentes industriais do País. O CEO afirma que para essa operação não há planos imediatos de novos investimentos, mas ele acredita que o serviço pode ser ampliado na empresa.

Oliveira afirma que a GS Inima Brasil tem grande interesse no mercado mineiro. “Minas Gerais está na estratégia do nosso crescimento e pretendemos buscar novos clientes, tanto no setor público quanto privado. Sabemos que a Copasa não atende todos os municípios no Estado e, em algumas cidades, atende só com tratamento de água. Acreditamos no potencial de Minas Gerais”.

Fonte: Diário do comércio.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *