NOTÍCIAS

MS Pantanal investe em novas soluções para acelerar universalização do sistema de esgoto

Moradores de todas as regiões do estado puderam observar a chegada de equipes e veículos da PPP

 

esgoto

Imagem Ilustrativa

 

Municípios de todo o Mato Grosso do Sul receberam, nas últimas semanas, as equipes da MS Pantanal. A empresa, criada a partir da Parceria Público-Privada (PPP) entre a Sanesul e o Grupo Aegea, propõe-se a acelerar os investimentos no saneamento, além de trazer novas soluções com o intuito de garantir a universalização do tratamento de esgoto no estado dentro da próxima década.

Além da nova frota de veículos leves, que já circula em todo o estado, moradores de Aquidauana, Ribas do Rio Pardo e Paranaíba poderão observar, nos próximos dias, a chegada de caminhões customizados, que devem trazer mais agilidade aos serviços e reduzir consideravelmente os possíveis transtornos causados por trabalhos de manutenção, troca de tubulação e ligação da rede de esgoto, por exemplo.

Isso será possível porque esses veículos customizados reúnem – em um só veículo – equipamentos como caçamba, retroescavadeira, baús para acondicionamento de ferramentas, guindaste e engate rápido para instrumentos hidráulicos. Com isso, o deslocamento de vários veículos para a realização de um só serviço não será necessário, resultando na redução de emissão de poluentes e transtornos no tráfego nas regionais.


LEIA TAMBÉM: EMBASA GARANTE INVESTIMENTOS NA AMPLIAÇÃO DO SISTEMA DE ESGOTO DE BARREIRAS/BA


Estações elevatórias de esgoto

A MS Pantanal começou a operar no começo de maio, após um período de três meses de “operação assistida”, em que equipes técnicas formadas por engenheiros, topógrafos e eletromecânicos percorreram cerca de 200 estações elevatórias de esgoto e 77 estações de tratamento nos 68 municípios em que a Sanesul já atua.

Para isso, a MS Pantanal lançou mão do uso de equipamentos avançados – incluindo um drone de última geração, que mapeou e digitalizou as plantas das unidades de tratamento e elevação de esgoto. Estima-se um investimento de até R$ 1 bilhão na universalização do esgoto nos próximos anos.

Este é um projeto pioneiro no país. A expectativa é de que mais de 1,7 milhão de sul-mato-grossenses tenham acesso ao saneamento básico dentro dos próximos dez anos. Com isso, 98% da população estadual estará assistida.

Fonte: Correio de Corumbá.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: EMBASA GARANTE INVESTIMENTOS NA AMPLIAÇÃO DO SISTEMA DE ESGOTO DE BARREIRAS/BA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: FUNGO NEGRO: INFECÇÃO RARA E AGRESSIVA AFETA PACIENTES COM COVID-19 NA ÍNDIA