NOTÍCIAS

Medidores Eletromagnéticos de Vazão: Conheça as opções e entenda a diferença de custos, cuidados, instalação e calibração.

Os medidores eletromagnéticos (medidores magnéticos) estão bem consolidados para uma variedade de aplicações em saneamento e indústrias, entregando boa performance e medições precisas.

As diferenças entre eles determinam a facilidade de instalação, custo de aquisição, manutenção e calibração. Compare as três opções e conheça as vantagens do medidor magnético de inserção de perfil completo (FPI).

Selecionando a melhor opção para o seu projeto

Como todos os medidores magnéticos compartilham uma tecnologia comum baseada na Lei de Faraday, sua operação é confiável e relativamente não afetada em condições de regime turbulento. Diferentes modelos de medidores criam características de desempenho que tornam alguns mais adequados do que outros para determinadas aplicações.

  • Medidores Magnéticos Flangeados. Este modelo gera um campo eletromagnético dentro de uma seção transversal de um tubo sempre cheio, com precisão de ± 0,5% na leitura. Um modelo não intrusivo, aplica-se para fluidos que variam de água limpa a efluentes e até lodo ativado de ETE´s. Embora esse modelo flangeado seja razoavelmente conveniente para instalar em uma nova construção, substituí-lo ou removê-lo para calibração em uma operação contínua pode se tornar problemático e caro, especialmente à medida que o tamanho da tubulação aumenta (Figura 1). Isso pode se tornar ainda mais difícil em câmaras enterradas e outros locais de difícil acesso e é particularmente desafiador para grandes diâmetros de tubulações.
  • Medidor Magnético de Inserção — Perfil Completo. Este modelo mede a velocidade em vários pontos em todo o diâmetro do tubo com precisão de ± 0,5% na leitura, aplicação em água limpa (Figura 2). A conveniência da instalação e manutenção tipo hot-tap, pode gerar uma economia de até 45% na instalação e um custo total de propriedade menor do que em comparação com medidores magnéticos tipo flangeado.
  • Medidor Magnético de Inserção — Único Ponto. Embora os medidores magnéticos de inserção de único ponto ofereçam conveniência hot-tap, o fato de ter apenas um ponto de medição da velocidade limita a precisão à ± 2% da leitura, isso porque não pode levar em conta as variações de velocidade em toda a seção transversal do tubo (Figura 3).

Entregando a mesma precisão de um medidor magnético flangeado, mas com os benefícios de um tipo de inserção de perfil completo

Os medidores magnéticos FPI oferecem a mesma precisão dos medidores magnéticos flangeados, mas com um custo total de propriedade muito mais baixo em vários aspectos:

  • Conveniência. Em operações contínuas, como tratamento e distribuição de água, onde as paralisações são evitadas a qualquer custo, a capacidade de instalação do medidor a quente é uma grande vantagem. Por seu próprio design, os medidores magnéticos FPI se adaptam facilmente às configurações de tubulação preexistentes onde outros tipos  de medidores simplesmente não cabem. Isso inclui as instalações de tratamento e distribuição de água existentes, onde o espaço de montagem é limitado ou onde a turbulência criada a partir de cotovelos, bombas, válvulas ou encaixes redutores nas proximidades é um problema.
  • Complexidade. Conforme as tubulações ficam maiores, a substituição do medidor magnético flangeado fica mais complexo em termos de logística associada a grandes carreteis montados em flange – escavação, amarração, guindastes, serviço de solda especializado, a necessidade de dimensionamento de ‘encaixe perfeito’, etc. , montagem hot-tap de medidores magnéticos FPI – usando acessórios padrão 2 “-NPT em tubos de 4” a 138 “- minimiza consideravelmente o tempo de instalação, reduzindo despesas imediatas de aluguel de equipamentos pesados e serviços especializados de instalação e solda.
  • Trabalho. Como o pessoal de muitas concessionárias de água estão bastante familiarizados com os procedimentos de instalação de medidores a quente, mesmo os maiores medidores magnéticos FPI podem ser instalados em apenas algumas horas com apenas alguns operadores. Em comparação com os medidores magnéticos flangeados, eles minimizam o tempo de instalação, mão de obra e custos de montagem – sem interromper as operações normais de distribuição de água.
  • Velocidade. Todas as vantagens acima se somam à capacidade de instalar um medidor magnético FPI em uma tubulação de 72 ” em questão de horas – sem interromper a operação do sistema – em comparação com uma parada de dois dias para instalação de um magnético flangeado. Na verdade, medidores magnéticos FPI são frequentemente adaptados em aplicações existentes adjacentes aos medidores magnéticos flangeados desativados, sem mesmo se preocupar em remover os medidores antigos.
  • Custo do ciclo de vida. Uma vez instalado, um medidor magnético FPI pode ser o presente que continua dando – em termos de custos e esforços de operação, menor custo de manutenção e facilidade de operação e calibração.

Evitando interrupções nos serviços

Eliminar a necessidade de parar o serviço não se restringe apenas à instalação inicial. Esse benefício é ampliado toda vez que um medidor magnético FPI é removido para limpeza ou calibração. A troca a quente de um medidor de backup no lugar do medidor original a ser reparado leva muito menos tempo, sem comprometer a pressão da tubulação e com interrupção mínima na coleta de dados.

Minimizando o tempo de manutenção, e economizando dinheiro

Normalmente não há necessidade de manutenção ou calibração frequente de um medidor magnético FPI, mas quando há, a facilidade de removê-lo de seu suporte de válvula esférica torna o processo muito rápido e simples.

Embora não existam regras rígidas e rápidas em relação aos intervalos de serviço, os usuários podem querer estabelecer sua própria programação com base nas condições do fluido no tubo – ou seja, minerais, sujeira, corrosão, ferro ou outro produto químico na água. Uma boa estratégia é tentar intervalos progressivamente maiores com base nos resultados observados. Comece com um período de três meses. Dobre isso para seis meses se não houver incrustações ou problemas de calibração. Depois, dobre para 12 meses e assim por diante, se não houver eventos subsequentes.

Simplificando os requisites de calibração

Onde houver um requisito para recalibrar o sistema de tratamento de água ou medidores de vazão do sistema de distribuição de água – como documentar a perda de água em ambientes com escassez de água – medidores magnéticos FPI facilmente substituíveis, ​​aceleram o processo de atendimentos do sistema de qualidade da companhia. As unidades podem ser facilmente trocadas por um modelo de backup e enviadas para um laboratório de calibração rastreável NIST ou RBC.

Em comparação, a calibração in-situ de medidores magnéticos flangeados pode ocorrer custos adicionais para serviços de calibração externos e pode até mesmo comprometer a precisão se o medidor padrão que está sendo usado – por exemplo, um medidor ultrassônico por tempo de trânsito- tiver problemas com qualquer turbulência causada pela configuração da tubulação a montante do medidor.

Sobre a Hexis Científica

A Hexis Científica possuí mais de 30 anos de experiência em soluções analíticas e faz parte da Plataforma Qualidade de Água da Danaher, fornecendo soluções inovadoras que garantem aos clientes análises precisas e confiáveis para superarem os desafios que impactam a nossa qualidade de vida. Acesse o site hexis.com.br e confira!