NOTÍCIAS

FEUP garante financiamento para aplicar nanotecnologia ao tratamento da água

Projeto liderado pelo laboratório LSRE-LCM junta academia e indústria no desenvolvimento de novas tecnologias na transformação de águas poluídas.

laboratorio

Uma equipa de investigadores da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), ligados ao Laboratório Associado Laboratory of Separation and Reaction Engineering – Laboratory of Catalysis and Materials (LSRE-LCM), sediado no Departamento de Engenharia Química, assegurou o mês passado um financiamento de 300 mil euros (de um financiamento global de 1,5 milhões de euros) através do programa UT Austin Portugal para um projeto de investigação na área de nanotecnologias ligadas a aplicações ambientais.

Denominado “NanoCatRed” (Novel metallic NANOparticles on NANOstructured supports for oxyanion CATalytic REDuction in water), o projeto é liderado pela investigadora Salomé Soares e tem como principal promotor a empresa Adventech, líder nacional na aplicação de sistemas avançados de tratamento de águas, contando ainda com a participação do International Iberian Nanotechnology Laboratory (INL) e da University of Texas at Austin.

Trata-se de um projeto que permitirá dar seguimento à investigação no LSRE-LCM no desenvolvimento de nanocatalisadores para tratamentos de água. O LSRE-LCM, pelo grupo de Catálise e Materiais de Carbono, é já considerado um importante laboratório no estudo e desenvolvimento de catalisadores que, combinando as propriedades de materiais de carbono nanoestruturados com nanopartículas metálicas, permitem a remoção eficiente de poluentes inorgânicos de águas (nitratos, bromatos e percloratos) sem formação de efluentes secundários. Assim, o consórcio propõe-se a responder ao desafio de desenvolver tecnologias que permitam a produção de água para consumo humano ou industrial, reutilização, ou descarga para o ambiente, sem impactos negativos na saúde pública e nos ecossistemas.


LEIA TAMBÉM: Tecnologia converte água do mar em água potável em apenas meia hora


Um Projeto com Alcance Internacional

A tecnologia inovadora tem o potencial de substituir outras soluções mais dispendiosas ou que introduzem dificuldades a nível de manuseamento e gestão, como por exemplo as soluções que recorrem à separação por filtração membranar, que resultam num efluente secundário altamente concentrado que requer tratamento posterior. A catálise aplicada a esta problemática oferece a possibilidade de promover reações químicas que transformam estes poluentes em outros compostos sem perigosidade, como por exemplo o azoto.

A colaboração com o grupo do Center for Water and the Environment da UT Austin e com o grupo de Nanochemistry Research no INL, permitirá conciliar o contributo de investigadores especialistas em nanomateriais e nanotecnologias, nomeadamente no desenvolvimento de nanopartículas metálicas com capacidade catalítica altamente eficiente e reduzido uso de metais nobres/preciosos, e na preparação de materiais de carbono nanoestruturados com elevado controlo das suas propriedades físicas e químicas. A associação das equipas de investigação com a Adventech permitirá o desenvolvimento de um protótipo a escala reduzida que será testado em condições próximas das reais, tomando partido da experiência da empresa no desenvolvimento deste tipo de soluções e da sua extensa rede de clientes que trabalham em áreas com potencial de geração de efluentes poluídos com compostos inorgânicos.

O projeto terá a duração de 36 meses, estendendo-se até junho de 2023, e irá também incluir a participação na formação de recursos humanos na área da Engenharia Química e Engenharia do Ambiente e a dotação do LSRE-LCM e do Departamento de Engenharia Química de equipamento específico para a síntese e testes dos catalisadores. O projeto NanoCatRed é co-financiado pelo FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional através do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização – COMPETE2020 – e do Programa Operacional Regional do Norte – NORTE 2020 – e pela Fundação para a Ciência e Tecnologia no âmbito do programa UT Austin Portugal.

Fonte: Notícias UP.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: Sanesul investe R$ 480 mil reais na produção de água em Nova Alvorada do Sul