NOTÍCIAS

ETE campeã em recuperação de recursos

Kenosha Water Utility ganhou o grande prêmio 2017 do ACEC para Projeto de Recuperação de Recursos com Energia Otimizada

 

recuperacao-recursos-kenosha-img03-0417

 

A Kenosha Water Utility, empresa municipal de água e esgoto da cidade de Kenosha em Wisconsin – EUA, ganhou o grande prêmio 2017 do American Council of Engineering Companies (ACEC) para Projeto de Recuperação de Recursos com Energia Otimizada.

A premiação ocorreu em março durante o banquete do Prêmio de Excelência em Engenharia de Wisconsin 2017, promovido pelo ACEC em Kohler, Wisconsin.

O conselho premiou 10 projetos finalistas no estado que demonstraram um grande grau de satisfação dos clientes por meio da qualidade e de soluções custo efetivas. Também foram conferidos os prêmios de melhores do estado a 6 projetos que representaram o mais alto grau de inovação técnica, satisfação dos clientes e contribuições para a engenharia.

Desses seis projetos, o prestigiado Grande Prêmio foi concedido à Kenosha Water Utility pelo seu Projeto de Recuperação de Recursos com Energia Otimizada.

A Kenosha Water Utility estabeleceu uma meta progressiva de ser uma estação de tratamento de efluentes mais sustentável. Atualmente a estação lida com mais de 83 milhões de litros de efluentes por dia e os sólidos resultantes do processo tem que ser carregados em caminhões e transportados para um aterro. Além disso, a eletricidade para operar a estação aumenta os custos, uma vez que a planta não produz sua própria energia.

Tecnologias de ponta

 

recuperacao-recursos-kenosha-img02-0417

 

A empresa Donohue and Associates desenvolveu um plano para atacar esses problemas. O projeto usa tecnologias que ainda não haviam sido utilizadas na América do Norte – o sistema PONDUS (tecnologia da CNP) que foi instalado é um dos poucos no mundo e permitiu um aumento de 30% na produção de biogás, devido aos seus melhores métodos de decompor os resíduos sólidos.

Juntamente com esse sistema, centrífugas fornecidas pela Centrisys Corporation de Kenosha foram instaladas e reduziram significativamente a quantidade de água usada no sistema. Isso permitiu à estação cortar o número de digestores pela metade, economizando nos custos de operação e manutenção. No geral, é esperada, com o novo processo, uma economia superior a 500 mil dólares por ano.

Jurada da premiação, a engenheira Anna Varney disse: “Este é um grande exemplo de integração entre tecnologias inovadoras com infraestrutura existente. Agora, a maior fonte de aquecimento vem do calor dos resíduos, o biogás é convertido em eletricidade e os biossólidos são Classe A, podendo ser usados como fertilizantes, ao invés de Classe B que previamente eram transportados para um aterro”.

O projeto focou em uma solução que era ao mesmo tempo prática e sustentável. Tanto a Donohue and Associates quanto a Centrisys Corporation cumpriram sua missão usando tecnologia de ponta, que atendeu as metas ambientais, e reutilizando resíduos para obter elevada economia nos custos.

Fontes: Kenosha Water Utility, Centrisys e CNP, adaptado por Portal Tratamento de Água – www.tratamentodeagua.com.br

Acesse e saiba mais sobre os produtos e serviços da Centrisys.

Notícias relacionadas:

CNP compra tecnologia de recuperação de fósforo pré-digestão.

Centrisys – Centrífugas Decanter, sistemas para aplicações municipais, agrícolas e industriais.