NOTÍCIAS

Pela 1ª vez na história, energia eólica supera gás e é a principal fonte de eletricidade no Reino Unido

No primeiro trimestre de 2023, 42% da eletricidade nos países do Reino Unido vieram de fontes renováveis, contra 33% gerada por combustíveis fósseis

Pela primeira vez na história, a energia eólica gerou mais eletricidade do que o gás no Reino Unido e se tornou a principal fonte de energia elétrica, marcando um importante marco sustentável nesse conjunto de países.

Pesquisa do Imperial College de Londres divulgada pela BBC News mostrou que, nos primeiros três meses deste ano, um terço da eletricidade veio de parques eólicos. Além disso, a National Grid, maior rede de transmissão e distribuição de eletricidade no Reino Unido, confirmou que houve um recorde na geração de energia solar.

Assim, no primeiro trimestre de 2023, 42% da eletricidade do Reino Unido veio de energia renovável, com 33% vindo de combustíveis fósseis, como gás e carvão. Com isso, o Reino Unido fica mais próximo do seu objetivo de, até 2035, neutralizar as emissões de carbono em toda sua rede elétrica.


LEIA TAMBÉM: O NORDESTE E A ENERGIA EÓLICA


“Ainda há muitos obstáculos para alcançar uma rede completamente livre de combustíveis fósseis, mas o vento superando o gás no fornecimento de energia é um evento verdadeiramente marcante”, disse Iain Staffell, pesquisador do Imperial College e principal autor do relatório, à BBC News.

A maior parte da energia eólica do Reino Unido vem de parques eólicos “offshore” – nos mares, fora do continente. A instalação de novas turbinas eólicas em terra foi proibida em 2015 na Inglaterra, sendo permitida apenas em casos bastante específicos. Mas o primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, concordou recentemente em relaxar essas restrições para acelerar a adoção de energia a partir de fontes renováveis.

Desafios que permanecem

Mesmo com avanços da energia renovável nos países britânicos, ainda há gargalos para serem solucionados. Pesquisa da BBC revelou que bilhões de libras em projetos de geração de energia estão parados devido a atrasos na obtenção de conexões com a rede elétrica. Alguns projetos solares e eólicos estão esperando de 10 a 15 anos para serem conectados, devido à falta de capacidade no sistema elétrico.

E, segundo a BBC, a eletricidade representa apenas 18% da necessidade total de energia do Reino Unido. Demandas massivas como o aquecimento das casas, que geralmente é a gás, não entram nessa conta. Para tornar essa área também mais limpa, o governo vem tentando mudar esse sistema de aquecimento para bombas de calor que usam eletricidade.

Fonte: Um só planeta


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: CETREL VAI PARTICIPAR DE EVENTO INTERNACIONAL DE PETRÓLEO E GÁS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: CONGRESSO DA ABES TRAZ O MAIOR PROJETO DE DESSALINIZAÇÃO E AS NOVIDADES DA ABNT NBR 15784

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
SOS Rio Grande do Sul

EP se mobiliza para apoiar vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

Em meio a tempos desafiadores, onde a solidariedade e o apoio mútuo se tornam ainda mais essenciais, a EP tem o orgulho de anunciar seu papel ativo na assistência às vítimas das recentes tempestades que assolaram o Rio Grande do Sul. Conscientes da necessidade urgente de ajuda, mobilizamos nossos mais de 550 colaboradores em uma campanha solidária destinada a fornecer apoio vital para as comunidades afetadas.

Continuar lendo »