LEITURA RECOMENDADA

Corredor de hidrogênio verde será lançado entre Ceará e Roterdã

O primeiro-ministro dos Países Baixos, Mark Rutte, estará no Ceará enquanto o presidente do Porto do Pecém estará em Roterdã

hidrogênio verde

Os governos do Ceará e dos Países Baixos vão lançar o Corredor de Hidrogênio Verde no próximo dia 10 de maio, quando o primeiro-ministro Mark Rutte virá ao Ceará. Um link ao vivo com transmissão do Pecém para o World Hydrogen Summit 2023, em Roterdã, vai selar a parceria que visa o transporte do H2V produzido em terras cearenses diretamente para a Holanda.

A rota é planejada desde o boom do H2V no mundo, uma vez que o Pecém é encarado como um dos portos de maior potencial para atrair empreendimentos geradores do novo combustível e Roterdã é considerada a principal porta de entrada para toda a Europa.

“É uma visita simbólica, antes de mais nada, para mostrar a importância que tem essa parceria e a importância que é o Porto do Pecém para o fornecimento de hidrogênio verde na Europa através do Porto de Roterdã”, ressaltou Hugo Figueirêdo, presidente do Complexo do Pecém, sobre a relação entre os dois terminais.

Rutte chega ao Ceará no dia 9 de maio, segundo revelou a secretária estadual Roseane Medeiros (Assuntos Internacionais). Já a visita no complexo acontece no dia seguinte.


LEIA TAMBÉM: INVESTIMENTOS EM H2V DEVEM MOVIMENTAR US$ 12 TRILHÕES EM 25 ANOS


Potencial do Ceará

Hoje, o Ceará conta com 24 memorandos de entendimento relacionados ao H2V assinados entre investidores e o governo cearense.
Destes, três tiveram pré-contratos selados e já dispõem de área reservada na Zona de Processamento de Exportação do Ceará para instalar as fábricas. São eles: Fortescue, Casa dos Ventos e AES.O montante de investimento estimado apenas nestes três empreendimentos gira em torno de US$ 8 bilhões. Além disso, o Porto do Pecém deve investir R$ 2,2 bilhões para dotar o terminal de infraestrutura capaz de abrigar os projetos.

Realização e mais protocolos

Figueirêdo conta que estará na Holanda no dia do evento, enquanto o governador Elmano de Freitas (PT) deve recepcionar o primeiro-ministro.O lançamento do Corredor do Hidrogênio Verde ainda desperta a expectativa de assinaturas de novos protocolos.

“Tem mais para ser assinado lá em Roterdã, aguarde”, prometeu Figueirêdo.

A cerimônia vai compor a programação de um dos maiores eventos de H2V do planeta. A organização do World Hydrogen Summit projeta a reunião, entre 9 e 11 de maio, de 8.000 tomadores de decisão, ministros de energia e CEOs de mais de 100 países reunidos no Rotterdam Ahoy.

“A visita do próprio primeiro-ministro é uma sinalização clara que há uma demanda do mercado europeu. A Holanda, juntamente com a Alemanha, já comprometeu fundos, recursos do governo deles para estimular a demanda por hidrogênio verde nos seus respectivos países e, portanto, facilitar e favorecer essa exportação”, destaca Figueirêdo.

Parceria com Roterdã

Ele ainda aponta a parceria fechada com Roterdã como essencial para a criação deste corredor.
Em 2018, visando a ampliação da exportação pelo Ceará para a Europa de diversos itens, o governo cearense negociou com o governo holandês a cessão de 30% do Porto do Pecém.

O investimento de 7,5 bilhões de euros foi feito pelo Porto de Roterdã – controlado pelo governo da Holanda – no terminal do Ceará.
Com isso, ganhou o poder de ocupar posições na Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e de Administração.

Fonte:  OPOVO


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: CONGRESSO INTERNACIONAL ALADYR BRASIL OCORREU NOS DIAS 26 E 27/04/23

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: EMBRAPA DEVOLVEU À SOCIEDADE R$ 34,70 PARA CADA R$ 1 INVESTIDO EM 2022

Mais sobre este autor:

Fundada em 30 de novembro de 2010, no âmbito do II Seminário Internacional de Dessalinização na cidade de Antofagasta, Chile. A AADYR é uma associação sem fins lucrativos que promove conhecimentos oportunos e experiências em torno de tecnologias de dessalinização, reuso de água e tratamento de efluentes, a fim de otimizar a gestão hídrica na América Latina e garantir o acesso à água potável dentro de padrões de qualidade, eficiência, sustentabilidade, desenvolvimento econômico e futuro social.

Mais publicações deste autor »

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
ALADYR pede ação imediata sobre mudança climática após desastre no Rio Grande do Sul

ALADYR pede ação imediata sobre mudança climática após desastre no Rio Grande do Sul

Diante do impacto das chuvas no Rio Grande do Sul, que afetaram centenas de milhares, a ALADYR pede aos governos e entidades privadas que acelerem a implementação de políticas de adaptação e mitigação do climática. A organização destaca a importância de atualizar a legislação, promover o reúso de água e adotar inovações como o modelo de “cidade esponja” para enfrentar efetivamente esses desafios iminentes

Continuar lendo »